Huffpost Brazil

PF vai investigar se Aécio manipulou dados para esconder mensalão tucano

Publicado: Atualizado:
Imprimir

aecio neves

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes determinou quebra do sigilo de dados do Banco Rural. A decisão vale para um inquérito que apura a participação do senador Aécio Neves (PSDB-MG) no que seria uma tentativa de esconder a existência do mensalão tucano durante a apuração da CPI dos Correios, em 2005, que investigou o mensalão do PT.

A denúncia é fruto da delação premiada do ex-senador do PT Delcídio Amaral, que foi cassado, mas, na época da investigação no Senado, presidia a investigação. Para Delcídio, Aécio tentou, por intermédio de outras pessoas, convencê-lo a prorrogar o prazo de entrega de documentos do Rural

Em matéria do O Estado de S. Paulo, o senador Aécio disse considerar "adequada" a decisão do ministro Gilmar Mendes. Para ele, a investigação "contribui para garantir transparência ao processo".

Aécio afirma que seu pedido para ter acesso aos documentos "seguiu estritamente a legislação vigente, que permite a qualquer cidadão pedir ao Congresso pesquisa de documentos, o que foi feito pelo setor competente".

LEIA TAMBÉM:

- Felizes para sempre? PSDB e PMDB se aproximam por chapa presidencial em 2018

- Delator confirma que negociou doação para campanha presidencial de Aécio

- Família de empresário preso na Lava Jato brinca sobre compra de votos para Aécio

- Empreiteiros 'estão adorando' citar Aécio em delações, diz jornal

Também no HuffPost Brasil

Close
Famosos em governos do PT e PSDB
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção