Huffpost Brazil

Para 52%, Hillary venceu Trump em debate derradeiro antes da eleição

Publicado: Atualizado:
Imprimir

hillary trump

Uma pesquisa relâmpago CNN/ORC mostrou que 52% dos entrevistados acreditam que a ex-secretária de Estado Hillary Clinton venceu o debate, enquanto 39% disseram que Donald Trump, que concorre a seu primeiro cargo público, saiu vencedor.

A CNN aponta que o debate realizado na noite desta quarta-feira (19) em Las Vegas não causou grandes mudanças nas convicções dos eleitores, o que, no atual momento, é ruim para o candidato republicano, que segue atrás em todas as pesquisas.

Para 87% dos eleitores ouvidos pela emissora americana, o debate de ontem não alterou suas opiniões sobre as eleições.

Uma estimativa do New York Times aponta para a probabilidade de 92% de Hillary vencer em novembro, tornando-se a primeira mulher presidente dos Estados Unidos.

O HuffPollster, sistema do Huffington Post que analisa os dados de diversos pesquisas combinadas, apontam, nesta quinta-feira (20) Hillary, com 44,9% das intenções de votos. O bilionário Donald Trump aparece com 38,2% e o candidato libertário Gary Johnson, com 6,9%.

O peso mexicano, visto como um termômetro das perspectivas de Trump, atingiu o nível mais alto em seis semanas ao final do debate, sugerindo uma confiança crescente dos investidores em uma vitória de Hillary.

Eleitorado feminino

Nas últimas semanas, segundo a NPR, uma das buscas mais feitas no Google foi "Is Trump Trying to lose" ("Trump está tentando perder?", em tradução livre). E, de fato, esta cada vez mais difícil entender qual a estratégia do republicano, que nas últimas semanas teve sua reputação abalada por uma série de escândalos sexuais.

O debate, de fato, deve ter um impacto significativo no eleitorado feminino. Depois de provocar risadas da plateia ao afirmar "ninguém tem mais respeito pelas mulheres do que eu", Trump se referiu a Hillary como "nasty" (adjetivo que pode significar suja ou indecente). A ofensa foi proferida quando Hillary falou sobre sua proposta de taxar apenas os mais ricos.

Republicanos preocupados

Republicanos de destaque logo repudiaram o comentário de Trump no debate.

O senador Lindsey Graham, ex-candidato presidencial republicano que jamais se entusiasmou com o magnata, disse: "Se ele perder, não será porque o sistema está 'manipulado', mas porque fracassou como candidato".

Ben Carson, neurocirurgião aposentado que também disputou a indicação presidencial republicana e hoje apóia Trump, o defendeu. Ele disse que a mensagem do candidato é que "se houver algum tipo de fraude óbvia acontecendo, ele irá dizer algo a respeito".

"Ele não disse que não irá aceitar (o resultado)", disse Carson à Reuters. "Ele disse que irá avaliar na ocasião."

Mas o estrategista republicano Ryan Williams considerou a fala de Trump "profundamente preocupante".

"Você tem que aceitar o resultado da eleição, a menos que haja motivos para uma recontagem, e a esta altura não parece que estejamos a caminho de uma eleição acirrada", disse.

Em um debate que pela primeira vez se concentrou mais em propostas do que em personalidades, os dois postulantes mesmo assim se atacaram.

Trump, de 70 anos, usou uma palavra em inglês para se referir a Hillary que pode ser entendida como "nojenta" ou como "desagradável", e acusou a campanha da democrata de orquestrar uma série de acusações de mulheres que disseram que o empresário fez avanços sexuais indesejados. O republicano disse que tanto Hillary quanto o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, estão por trás de distúrbios em seus comícios.

Ele disse que a Fundação Clinton é um empreendimento criminoso e que, como resultado, ela não deveria ter tido permissão de concorrer à Presidência.

Hillary, de 68 anos, disse que o próprio Trump incita a violência, diminui as mulheres e representa um perigo para os EUA.

LEIA MAIS:

- O fardo de Hillary: Não apenas vencer, mas vencer de forma convincente

- Pesquisa mostra Hillary 11 pontos percentuais à frente de Trump

- Conversamos com um dos organizadores do ato pró-Trump no Brasil

Também no HuffPost Brasil

Close
13 frases (apavorantes) de Donald Trump
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção