Huffpost Brazil

A mãe que desafiou os ‘limites da natureza' e deu a luz aos 62 anos

Publicado: Atualizado:
LINA LVAREZ
Reprodução
Imprimir

Lina Álvarez tem 62 anos e se tornou recentemente mãe de uma uma menininha totalmente saudável.

A médica espanhola fez um tratamento de fertilização in vitro e sua filha nasceu no dia 10 de outubro pesando 2,4 quilos.

Em entrevista à BBC, Lina afirmou que as mulheres mais velhas não deveriam ter medo da maternidade.

“A natureza é muito sábia e impôs os limites, não foram os ginecologistas. Foi uma gravidez normal, que progrediu naturalmente. Mostrei que você pode ter um filho nesta idade, se você for saudável. Muitas querem ter um filho, mas, com a falta de informação abandonam a ideia. Encorajo todas elas. Mando uma mensagem de esperança para que elas sigam seus sonhos, é um sonho muito grande!"

Lina passou por um processo desgastante até ter o seu sonho da gravidez realizado. Muitos médicos se negaram a realizar o procedimento de fertilização e ela precisou sair da sua cidade natal, Lugo, para ser atendida por um médico de Madri, cuja identidade preferiu manter em segredo, segundo o El País.

"Estou louca de alegria com o meu pequeno milagre: é uma menina ótima. A natureza deixa a mulher sem óvulos, mas o resto do corpo continua preparado para a gravidez."

Ela contou que o procedimento preparou seu útero com estrogênios, e, depois, ocorreu a transferência do embrião gerado em laboratório a partir de um óvulo e um espermatozoide doados.

O médico explicou que Lina tinha apenas 6% de chances de engravidar. Ela conseguiu na primeira tentativa: "Não sei o que ele está pensando agora, mas deve estar orgulhoso, porque nos deu uma família", afirmou a mulher.

A bebê é a terceira filha da médica espanhola. Álvarez tem um filho de 27 anos que sofre de paralisia cerebral e um mais novo, de dez anos, que também nasceu graças ao método.

Durante a sua gravidez, ela se viu no centro de um debate sobre a maternidade tardia e foi, inclusive, atacada por colegas médicos.

Porém, Lina diz que respeita a opinião dos outros, apesar de pensar diferente.

"Os óvulos envelhecem. Em algumas mulheres antes, e em outras depois. A ciência só acondiciona o útero, o corpo feminino faz todo o resto. É verdade que quando ela tiver 30 anos eu vou ter 92; mas (com essa idade) ela já estará criada, a expectativa de vida é cada vez maior, e eu tenho saúde suficiente", argumenta. "Hoje, além disso, muitos avós têm que se encarregar de cuidar dos netos porque os pais não podem."

LEIA MAIS:

- Mãe aos 50 anos: Janet Jackson anuncia que está grávida do primeiro filho

- Maternidade independente: uma realidade crescente na sociedade moderna

- A reação de Roberta Rodrigues à gravidez não planejada mostra que não há regras para a maternidade

Também no HuffPost Brasil

Close
25 selfies que mandam a real sobre a maternidade
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção