Huffpost Brazil
Marcella Fernandes Headshot

Após aprovar 'PEC do Teto', deputados liberam reajuste de até 37% para a PF

Publicado: Atualizado:
POLICIA FEDERAL
Agência Brasil
Imprimir

A Comissão Especial sobre as Carreiras da Polícia Federal e outras (PL 5865/16) aprovou nesta quarta-feira (26) aumento para policiais federais, rodoviários, peritos federais agrários e servidores do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Os reajustes previstos no projeto chegam a 37%para policiais federais e serão pagos em três parcelas, até 2019. O impacto nos cofres públicos será de R$ 2 bilhões em 2017, R$ 548 milhões em 2018 e R$ 546 milhões em 2019 e já estava previsto na proposta de orçamento para o próximo ano enviada pelo Palácio do Planalto.

Como tem caráter terminativo, o relatório do deputado Laerte Bessa (PR-DF), relator da PEC da maioridade penal no ano passado, seguirá agora para análise do Senado. A proposta só irá passar pelo plenário da Câmara se for apresentado um recurso.

A sessão do colegiado foi acompanhada por mais de 150 policiais de 25 sindicatos da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Federal de todo o país.

No Senado, a pressão é para que o texto seja votado antes da PEC 241, que estabelece um teto de gastos público. Isso porque o texto da PEC veta o reajuste de salários para órgãos que descumprirem o teto. A proposta foi aprovada em segundo turno na Câmara nesta terça-feira (25).

Para o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), a crise entre poderes provocada após operação da Polícia Federal na última sexta-feira no Senado pode atrapalhar a tramitação.

LEIA TAMBÉM

- Marcado julgamento que pode afastar Renan Calheiros da presidência do Senado

- PEC do Teto vai virar instrumento de barganha de Renan Calheiros

- Manifestantes ocupam Esplanada a favor da vaquejada e Câmara vota PEC que libera a atividade

Também no HuffPost Brasil:

Close
Transferência de presos da Lava Jato
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção