Huffpost Brazil

Violência de Trump contra as mulheres teria motivado ataque à estrela na Calçada da Fama

Publicado: Atualizado:
ESTRELATRUMP
Montagem/Agências
Imprimir

Armado com uma espécie de martelo, um homem atacou e destruiu, na última quarta-feira (26), a estrela do candidato à presidência americana, Donald Trump, na Calçada da Fama, em Los Angeles.

De acordo com o Independent, o autor do ataque estava munido de um marreta e usava trajes similares ao dos funcionários que trabalham nas obras públicas da cidade californiana.

Ao Deadline, ele disse que tentava retirar a estrela para leiloar o objeto, e reverter o dinheiro para as mulheres que acusam Trump de abuso sexual - ele nega as acusações.

À CNN, ele disse que membros da sua família já foram vítimas de abuso sexual. "Estou terrivelmente chateado que tenhamos um candidato presidencial que se tornou uma espécie de garoto-propaganda da violência sexual".

A homenagem na calçada foi inaugurada em 2007, por conta da atuação do agora candidato presidencial no reality show The Apprentice (O Aprendiz, em versão brasileira). A estrela já havia sido danificada outras vezes: em janeiros deste ano uma suástica foi pichada em cima do nome de Trump e, em julho, um símbolo de mute.

Ainda de acordo com o Deadline, a polícia chegou ao local meia hora depois de a estrela ser destruída. O homem responsável pelo ataque se identificou ao veículo como Jamie Otis e não foi localizado e é procurado por suspeita de vandalismo e pode ser condenado ao pagamento de multa e até três anos de prisão.

"Eu destruí a estrela, mas considerando a violência que foi cometida [por Trump]. Eu estou um pouco triste em fazer isso, normalmente não sou violento. Mas eu apenas quebrei uma pouco de mármore para demonstrar minhas ideias", disse ele, citado pelo My News LA.

Em nota, a Câmara de Comércio de Hollywwod, responsável pela Calçada da Fama, lamentou o episódio. "Nossa democracia é baseada no respeito pela lei. As pessoas podem fazer a diferença votando, e não destruindo o patrimônio público". A instituição afirmou ainda que a estrela será reparada.


LEIA TAMBÉM:

- Finalmente, a xenofobia dos Trump pode doer no bolso da família

- Em debate, Trump diz que 'não sabe' se vai aceitar resultado das eleições

- Trump tem novas acusações de abuso sexual e diz que é conspiração