Huffpost Brazil

Datafolha: Vantagem diminui, mas Crivella segue distante de Freixo no Rio

Publicado: Atualizado:
Imprimir

freixo crivella

A diferença entre Marcelo Crivella (PRB) e Marcelo Freixo (PSOL) na disputa pela prefeitura do Rio de Janeiro caiu 10 pontos percentuais, quando comparada as duas pesquisas Datafolha. Mas o bispo licenciado da Igreja Universal mantém a liderança com certa folga.

Segundo dados divulgados na tarde deste sábado pela Folha de S. Paulo, Crivella tem 58% dos votos válidos, enquanto Freixo aparece com 42%. Os dois oscilaram dentro da margem de erro em relação à pesquisa anterior, onde apareciam com 63% e 37% dos votos válidos, respectivamente.

Considerando os votos válidos - que incluem brancos, nulos e indecisos - Crivella aparece com 43% e Freixo tem 30%.

O Datafolha mostra ainda que 19% dos entrevistados devem votar nulo e branco, enquanto outros 8% afirmam estar indecisos.

Foram ouvidos 2.384 eleitores entre ontem e hoje pela manhã. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos.

O último debate

O debate da Globo desta sexta-feira frustrou aqueles que esperavam uma guerra explícita entre Marcelo Crivella (PRB) e Marcelo Freixo (Psol). Ao contrário do último encontro na Rede TV!, quando os ânimos estavam exaltados, desta vez o senador não respondeu as perguntas agressivamente, o que acabou tirando a tensão nos estúdios da emissora. O que se viu foi um duelo repleto de ironias e deboches entre os adversários

Freixo começou o debate perguntando sobre o tema mulher: “Você recentemente disse que as mulheres têm que obedecer mais aos homens porque, afinal de contas, são pedaço desse homem”, afirmou. “Quando eu falei da mulher ser um pedaço do homem, isso é uma parte da Bíblia. Não fala que é nem da cabeça, nem dos pés, é exatamente para ser igual, este é o princípio, servo igual, parceira. Assim que eu levo meu relacionamento com a minha mulher”, respondeu o Crivella. Freixo rebateu: “Ter uma ideia dessa em pleno século 21 que a mulher tem que ser submissa é grave. O preconceito alimenta a violência”.

LEIA TAMBÉM:

- Freixo ataca e Crivella se esquiva em debate marcado por troca de deboches

- Após fotos da prisão, Crivella mantém dianteira do Rio com 46% contra 29% de Freixo

- Datafolha: Crivella tem 63% e Freixo, 37% dos votos válidos

- Financial Times: Bancada evangélica conduz Brasil para a direita

Também no HuffPost Brasil

Close
Eleições municipais 2016
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção