Huffpost Brazil

Parabéns, Marieta Severo! 5 personagens que jamais esqueceremos

Publicado: Atualizado:
MARIETA SEVERO
Divulgação/TV Globo
Imprimir

Uma das maiores atrizes brasileiras da atualidade, Marieta Severo completa 70 anos nesta quarta-feira (2). Com mais de 50 anos de carreira, ela já declarou em entrevistas que não cogitava seguir a carreira de atriz.

“Nunca pensei em ser atriz. Eu digo que a vida me colocou nessa carreira. Não tinha ninguém com ligação ao mundo artístico na minha família. Na infância eu queria ser bailarina, depois ia ser professora primária, até que comecei a frequentar o Tablado e aqui estou eu. Descobri que tinha uma vocação muito grande e me dediquei muito”, contou ela à Rede Globo.

Uma trabalhadora das artes, Marieta já atuou em peças teatrais, musicais, cinema e, é claro, em inúmeras atrações de TV. E para comemorar os 70 anos da diva, listamos cinco personagens inesquecíveis interpretados por Marieta Severo.

1. Carlota, no filme Carlota Joaquina, Princesa do Brazil

Lançado em 1995, o filme dirigido por Carla Camurati é considerado o "abre-alas" da retomada do cinema depois da era Fernando Collor. Na ocasião, Marieta interpretou Carlota Joaquina, e Marco Nanini fez o papel de D. João. Ali no cinema, já era um prenúncio do que seria um dos casais mais amados da TV brasileira: os inesquecíveis Lineu de Dona Nenê.

"Bem conduzidos, realizaram uma pequena pérola do cinema nacional", afirma o escritor João Luís de Almeida Machado sobre a atuação da dupla.

Com orçamento baixo para os padrões da época - R$ 600 mil - o filme participou de mais de 40 festivais e levou um milhão e meio de espectadores aos cinemas.

Marieta interpretou, brilhantemente, Carlota Joaquina, "a infanta espanhola que se casou com o príncipe de Portugal, D. João VI, e veio – muito a contragosto – com a corte portuguesa para o Brasil."

2. Alma Flora, na novela Laços de Família

A madame ricaça da novela de Manoel Carlos era daqueles personagens impossíveis de se odiar. Embora com roupagem de vilã, a personagem de Marieta protagonizou momentos de pura comédia ao lado de Alexandre Borges, que interpretava Danilo, seu marido.

Última personagem de Marieta Severo nas novelas antes de dar vida à Nenê, no seriado A Grande Família, Alma era prepotente e vivia tentando manipular Edu, personagem interpretado pelo então iniciante Reynaldo Gianecchini.

Os dois, aliás, voltaram a se encontrar na TV neste ano, na novela Verdades Secretas. Em vez de tia e sobrinho, no entanto, os dois viveram um romance pra lá de conturbado na trama das 11.

"Ele era um jovem meio perdido, mas sentia nele talento e muita dedicação à profissão. Eu respeito muito minha profissão e gosto que respeitem. Eu disse: 'Ele vai adiante'. E foi! Fico olhando para ele às vezes e me emociono. Feliz em reencontrá-lo", disse Marieta ao GShow.

3. Dona Nenê, no seriado A Grande Família

Essa daí dispensa apresentações, não é mesmo?

Durante 13 longos anos, Marieta se dedicou a dar vida à Dona Nenê, simpática mãe de família no seriado A Grande Família, exibido pela Rede Globo desde 2001 até 2014.

E, embora muita gente morra de saudade e peça um revival, em entrevista ao Estadão, Marieta foi categórica. "Voltar? De jeito nenhum, não está nos planos de ninguém."

"A Nenê me deu muito. Ainda dá. Você não imagina a quantidade de vezes que, na rua, as pessoas ainda me identificam como ela. Mas foi recíproco. Eu também dei muito. A equipe toda. A gente passava a semana em função da série, e foram 14 anos."

4. Nawal, na peça Incêndios

Tanto tempo dedicada à Dona Nenê não foi empecilho para que Marieta seguisse interpretando personagens brilhantes no teatro.

Exemplo disso foi Nawal, interpretada pela atriz na peça Incêndios - escrita pelo libanês Wajdi Mouawad e dirigida por Aderbal Freire-Filho. Extremamente atual, o enredo fala de guerra civil, violência, exílio e família. Mesmo após encenar mais de 30 espetáculos, a atriz se emocionava ao falar sobre tortura em Incêndios.

“Essa fase de tortura é muito próxima das pessoas da minha geração, pois vivemos isso diretamente durante a ditadura militar”, comenta ela, que dedica o espetáculo a Zuzu Angel, estilista ficou conhecida nacional e internacionalmente não apenas por seu trabalho inovador na moda mas também pela procura pelo filho, Stuart, militante de organizações extremistas, assassinado pelo governo e transformado em desaparecido político, aponta o Estadão.

Não à toa, a peça foi indicada a uma extensa lista de prêmios de teatro.

5. Fanny, na novela Verdades Secretas

Nem deu tempo de a gente sentir saudades da Nenê (mentira, deu sim) e lá estava Marieta de volta à televisão, dando vida à cafetina Fanny em Verdades Secretas.

O convite de Walcyr Carrasco fez com que a estrela adiasse suas férias e, mais uma vez, desse um show de interpretação em uma personagem absolutamente oposta daquela interpretada por Marieta em A Grande Família.

"Guardei a Dona Nenê no coração, mas pude me distanciar da personagem com Verdades", contou ela ao UOL, que disse ainda que considerou a personagem Fanny como "um presente da televisão".

A gente é que agradece, Marieta ;)

LEIA MAIS:

- Faustão chama o Brasil de 'País da desesperança' e Marieta Severo responde à altura

- Marieta Severo diz que País vive retrocesso e defende estado laico

Também no HuffPost Brasil

Close
Personagens LGBT nas novelas
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção