Huffpost Brazil

Paquistão nega libertação de afegã símbolo de refugiados

Publicado: Atualizado:
REFUGIADA
Reprodução/Instagram
Imprimir

Um tribunal paquistanês negou nesta quarta-feira (2) a fiança a Sharbat Gula, que foi presa por viver ilegalmente no Paquistão e é mais conhecida como a "menina afegã" de olhos verdes que posou para uma fotografia da revista National Geographic há 30 anos.

Gula, agora com 40 anos, tornou-se um símbolo das guerras internas de seu país quando sua foto como uma menina com olhos assombrados apareceu na capa da National Geographic.

Ela está presa na cidade paquistanesa de Peshawar, no noroeste paquistanês, desde a sua prisão na quarta-feira passada (26), após uma investigação da Agência Federal de Investigação (FIA), que a acusa de possuir documentos obtidos ilegalmente.

O tribunal especial para a luta contra a corrupção e a imigração em Peshawar negaram sua fiança, dizendo que seu pedido de ser libertada se concentrava em direitos humanos e não continha argumentos legais.

"Durante sua estadia ilegal no Paquistão, ela usou duas vezes de forma errada sua posição ao obter um cartão de identidade nacional computadorizado paquistanês", disse o juiz Farah Jamshed.

Ela poderá pegar até 14 anos de prisão se for condenada por fraude, embora seja mais comum para os refugiados afegãos sem documentos serem deportados do que cumprir pena na prisão.

Os advogados de Gula pediram nesta terça (1º) sua liberdade provisória e disseram que ela sofre de hepatite C.

Um dos defensores da afegã afirmou na primeira audiência sobre o caso que a mulher é mãe de quatro filhos e a única responsável por sustentá-los.

Além disso, os advogados lembraram que ela estava para voltar ao Afeganistão, após mais de 30 anos vivendo como refugiada. Gula é investigada desde 2015, quando a polícia descobriu que ela residia no Paquistão usando documentos falsos com o nome de Sharbat Bibi.

Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), o Paquistão é o segundo país que mais abriga essa categoria de deslocados em todo o mundo, com 1,6 milhão de pessoas, atrás apenas da Turquia, com 2,5 milhões.

Por outro lado, o vizinho Afeganistão é a segunda principal nação de origem de refugiados no planeta, com 2,7 milhões, perdendo somente para a Síria, com 4,9 milhões.

(Com informações das agências de notícias)

LEIA MAIS:

- Fotógrafo Steve McCurry promete ajudar refugiada presa no Paquistão

- Atrocidade: Bombardeio mata dezenas de crianças em escola da Síria

- Bruna Marquezine vai ao Líbano fazer trabalho voluntário com refugiados

Também no HuffPost Brasil

Close
Esvaziamento de Calais
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção