Huffpost Brazil

Por que Emma Watson escondeu 100 livros feministas no metrô de Londres

Publicado: Atualizado:
Imprimir

Neste exato momento, as estações do metrô de Londres estão repletas de livros a espera de leitores. Detalhe: todos com dedicatória de Emma Watson.

A obra em questão é um clássico da literatura feminista: Mom and Me and Mom, da ativista norte-americana Maya Angelou (1928-2014). Emma espalhou cem exemplares do livro em escadas rolantes e outros locais do metrô da capital inglesa.

Uma foto publicada por @oursharedshelf em


Embaixadora da boa vontade da ONU Mulheres, a atriz criou recentemente uma espécie de clube do livro com seus seguidores no Twitter.

Batizado de Our Shared Shelf, o clube propõe a leitura de clássicos feministas e títulos contemporâneas. As biografias de mulheres como Carrie Brownstein e Caitlin Moran já foram indicadas pela atriz.

Uma foto publicada por @oursharedshelf em


A ação de Emma no metrô de Londres contou com o apoio do projeto Books on The Underground, que incentiva os cidadãos a lerem e compartilharem livros no transporte público da cidade.

Nesta quarta-feira (2), a eterna Hermione Granger publicou em seu Instagram um vídeo no qual aparece deixando – empolgada - um livro numa escada rolante rolante.

Assista:

LEIA MAIS:

- 11 maneiras como Maya Angelou nos ensinou a ser uma mulher melhor

- Este vídeo de Serena Williams declamando um poema da ativista Maya Angelou vai te deixar arrepiado

TAMBÉM NO HUFFPOST BRASIL:

Close
20 bordados feministas para dar o recado com (ou sem) fofura
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção