Huffpost Brazil

Marta rainha, o resto nadinha... Camisa 10 da Seleção disputa pela 13ª vez o prêmio de melhor do mundo

Publicado: Atualizado:
Imprimir

marta soccer

Cinco vezes eleita a melhor do mundo, a brasileira Marta volta a estar entre as dez melhores jogadoras de futebol do planeta. A exceção foi o ano passado. Mas com a indicação ao prêmio de melhor do mundo deste ano, a camisa 10 da Seleção já acumula 13 anos no Top 10 do futebol feminino.

Você deve se lembrar a campanha cheia de emoções das meninas na Rio 2016, certo? E de como a nossa capitã inspirou os brasileiros a começaram a amar definitivamente o futebol feminino.

A disputa, claro, é de peso. Entre as competidoras estão as alemãs e campeãs olímpicas Sara Däbritz, Melanie Behringer e Dzsenifer Marozsán, a sueca Lotta Schellin (vice-campeã na Rio 2016), a canadense Christine Sinclair (bronze), além da americana Carli Lloyd, grande vencedora da edição mais recente.

Marta, a eterna candidata

marta soccer

Conhecida e adorada mundialmente pela habilidade com a perna esquerda - mas também pela sua liderança -, a brasileira de Alagoas foi disparada a melhor atleta do planeta na modalidade entre os anos 2006 e 2010, quando acabou eleita a melhor do planeta pela Fifa.

Mas, na realidade, a carreira toda da jogadora é um enfileirado de recordes e um auge interminável. Além dos cinco troféus, ela ficou em segundo lugar outras quatro vezes (2005, 2011, 2012 e 2014) e em outras duas oportunidades subiu o pódio com o terceiro lugar (2004 e 2013).

A lista desta de 10 atletas será reduzida a três finalistas bo dia 2 de dezembro. A grande vencedora será conhecida na cerimônia de gala da Fifa no dia 9 de janeiro de 2017, em Zurique.

O técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, foi um dos dez indicados ao prêmio de melhor treinador de futebol feminino. Hoje ele foi oficialmente substituído por Emily Lima, a nova treinadora da Seleção.

LEIA TAMBÉM:

- Golaço! Quem é Emily Lima, a 1ª mulher a comandar da seleção feminina

-
'O futebol feminino não para por aqui': Conversamos com Bárbara, Marta e Formiga

- 'Nada vai tirar o brilho do que a gente fez', diz Marta sobre derrota

- O Brasil não tem mais o direito de boicotar o futebol feminino

Também no HuffPost Brasil

Close
Copa UPP, onde o futebol reina entre PMs e comunidades do Rio
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção