Huffpost Brazil

Melania Trump promete lutar contra bullying se for primeira-dama

Publicado: Atualizado:
Imprimir

Depois de sumir um pouco dos holofotes após ser acusada de plagiar um discurso da atual primeira-dama, Michelle Obama, a mulher de Donald Trump, Melania, voltou a discursar nesta quinta-feira (3).

Durante um evento na campanha do marido, na Pensilvânia, ela disse que seu principal objetivo como primeira-dama vai ser lutar pelos direitos das mulheres e das crianças, e focar seu trabalho no combate ao cyberbullying. Aparentemente, a campanha contra o bullying não se estende ao marido...

O candidato republicano se tornou um ícone do bullying - virtual e na vida real também - e seu alvo pode ser qualquer pessoa que se oponha as suas ideias. De acordo com o Huffington Post, a Associação Nacional de Educação recentemente lançou uma campanha sobre o "Efeito Trump". O fenômeno, segundo a reportagem, pode ser causado por conta do comportamento do candidato, um estímulo para que as crianças pratiquem bullying.

“Nossa cultura se tornou muito violenta. Nunca está tudo bem quando uma criança de 12 anos é zombada, intimidada ou atacada. É terrível quando isso acontece no parque de diversões e é inaceitável quando isso é feito por alguém sem nome, escondido na internet.”

Trump anunciou o retorno da esposa aos eventos políticos nesta semana, durante uma entrevista à rede ABC. "Ela é incrível quando fala", disse Trump sobre sua terceira esposa, uma ex-modelo da Eslovênia. "Ela é uma oradora incrível. Ela concordou em fazer dois ou três discursos e acho que vão ser grandes discursos, discursos importantes."

Melania, no entanto, justificou sua ausência da campanha para cuidar do filho de 10 anos do casal. "Minha prioridade é meu filho Barron e eu apoio [meu marido] 100 por cento e estou lá com ele toda vez que ele precisa de mim."

O magnata de Nova York, que faz sua primeira candidatura a um cargo público, está em média 5,4 pontos percentuais atrás de Hillary Clinton nas pesquisas nacionais, de acordo com a Real Clear Politics. Hillary é ex-senadora e foi secretária de Estado do governo Barack Obama.

LEIA MAIS:

- Oops! Melania Trump faz discurso IGUAL ao de Michelle Obama em 2008

- Quando gênero importa em uma eleição, controle sua misoginia

- Em cartas, vencedores do Nobel DETONAM Trump

Também no HuffPost Brasil

Close
Donald Trump em campanha
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção