Huffpost Brazil

Feminismo e crise dos refugiados foram temas de primeira prova do Enem 2016

Publicado: Atualizado:
ENEM QUESTAO FEMINISTA
Reprodução Twitter
Imprimir

Temas de grande debate no Brasil e no mundo, como o feminismo e a crise dos refugiados, estiveram presentes na primeira etapa do Enem 2016 (Exame Nacional do Ensino Médio), realizada neste sábado (5).

As primeiras provas, feitas por mais de 8,35 milhões de estudantes em todo o Brasil, exigiram conhecimentos de temas atuais e, é claro, eles foram bem discutidos nas redes sociais após o final da prova.

Uma das questões trazia uma campanha publicitária de de 1968 sobre a participação da mulher no espaço, com uma ilustração de uma mulher com trajes de astronauta, segurando uma espécie de produto de limpeza e o texto: "as mulheres do futuro farão da Lua um lugar mais limpo para se viver".

A questão também mostrava dados atualizados da predominância masculina entre os astronautas e pedia para discutir sobre a manutenção dos estereótipos de gênero.

Outras perguntas eram referentes à xenofobia e a crise dos refugiados. O Enem abordou o modo como a Hungria lidou com o grande fluxo de refugiados e questionou sobre o muro que a Bulgária construiu para barrar a entrada das centenas de milhares de pessoas que pediam asilo.

Outros estudantes relataram que tiveram questões sobre escravidão.

Logo depois da prova, o Enem se tornou o assunto mais falado nas redes sociais. Enquanto alguns criticaram a presença de temas como o feminismo, a maioria dos usuários AMOU as questões. Veja abaixo algumas reações:

Segundo dia

Para as provas de amanhã (6), portões serão abertos às 12h e fechados às 13h, no horário de Brasília. As provas começam a ser aplicadas às 13h30 pelo horário de Brasília.

Os participantes terão cinco horas e meia para resolver questões de linguagens e códigos, matemática e, é claro, a redação.

Também no HuffPost Brasil

Close
Enem: Vai ter feminismo na redação!
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção