Huffpost Brazil

Após prever vitória de Trump, Michael Moore faz lista de como reagir em 5 passos

Publicado: Atualizado:
MICHAEL MOORE
KENA BETANCUR via Getty Images
Imprimir

Em julho deste ano, em meio à corrida eleitoral pela presidência dos Estados Unidos, o cineasta Michael Moore fez uma previsão: Trump iria vencer a eleição.

No texto, Moore elencou cinco motivos pelos quais o candidato republicano sairia vencedor que podem ser resumidos em desemprego; homem branco hétero protestante; os problema de Hillary; a descrença do eleitor e o 'voto de protesto'.

Dito e feito. O que antes era suposições de Moore se tornou realidade após a votação da última terça-feira (8) e Donald Trump é o novo presidente dos Estados Unidos.

Muito mais do que ficar recluso em casa ou até mudar de país, o cineasta sugere uma "lista de tarefas para fazer no dia seguinte".

Em uma publicação no Facebook, Moore compartilhou "dicas" de como reagi ao resultado das urnas para aqueles que não concordam com Trump presidente.

"Lista de tarefas do Dia Seguinte:

1. Assumir o controle do Partido Democrata e devolvê-lo ao povo. Eles falharam miseravelmente.

2. Dispensar todos os repórteres, editores, pesquisadores e qualquer outra pessoa na mídia que tivesse uma narrativa que não deixaria de lado e se recusasse a ouvir ou a reconhecer o que realmente estava acontecendo. Essas mesmas pessoas agora nos dizem que devemos "superar a divisão" e "vir junto". Desligue-os.

3. Qualquer membro democrata do Congresso que não acordou esta manhã pronto para lutar, resistir e obstruir da mesma forma como os republicanos fizeram contra o Presidente Obama todos os dias durante oito anos completos deve sair do caminho e deixar aqueles de nós que conhecem o jogo liderar o caminho para parar a mesquinhez e a loucura que está prestes a começar.

4. Todos devem parar de dizer que estão "atordoados" e "chocados". O que você quer dizer é que você estava em uma bolha e não estava prestando atenção aos seus colegas americanos e o desespero deles. ANOS sendo negligenciados por ambas os partidos, a raiva e a necessidade de vingança contra o sistema só fez aumentar. Junto, também veio uma estrela da tevê que eles gostaram e cujo plano era destruir os partidos e dizer-lhes "Vocês estão demitidos!". A vitória de Trump não é nenhuma surpresa. Ele nunca foi uma piada. Tratá-lo como uma só o fortaleceu. Ele é tanto uma criatura como uma criação da mídia e os meios de comunicação nunca irão entender isso.

5. Você deve dizer esta sentença a todos que você encontra hoje: "HILLARY CLINTON GANHOU O VOTO POPULAR!" A MAIORIA dos nossos colegas norte-americanos preferiu Hillary Clinton a Donald Trump. Período. Fato. Se você acordou esta manhã pensando que você vive em um país ruim, você não vive. A maioria de seus colegas americanos queria Hillary, não Trump. A única razão pela qual ele é presidente é por causa de uma arcaica e insana ideia do século XVIII chamada Colégio Eleitoral. Até que mudemos isso, continuaremos a ter presidentes que não elegemos e que não queremos. Você vive em um país onde a maioria de seus cidadãos disse acreditar que há mudança climática, eles acreditam que as mulheres devem ser pagas o mesmo que os homens, eles querem uma educação livre de dívidas, não querem que invadamos os países, eles querem um aumento no salário mínimo e querem um único e verdadeiro sistema de saúde universal. Nada disso mudou. Vivemos em um país onde a maioria concorda com a posição "liberal". Nós simplesmente não temos a liderança liberal para fazer isso acontecer (veja: # 1 acima).

Vamos tentar fazer tudo isso até ao meio-dia hoje.
- Michael Moore"

LEIA MAIS:

- Michael Moore lança filme sobre Donald Trump nos cinemas dos EUA

- 5 motivos pelos quais Donald Trump será o próximo presidente dos Estados Unidos

Também no HuffPost Brasil

Close
Donald Trump em campanha
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção