Huffpost Brazil

Jennifer Lawrence escreve carta aberta sobre vitória de Donald Trump: 'Deixe isso te enraivecer'

Publicado: Atualizado:
JENNIFER LAWRENCE
Lawrence em cerimônia do Britannia Awards, na Califórnia, em 28 de outubro | Axelle/Bauer-Griffin via Getty Images
Imprimir

Jennifer Lawrence decidiu não deixar a vitória de Donald Trump desestimulá-la a confrontar o machismo ou sentir medo do conservadorismo agudo que o republicano representa.

A atriz de 26 anos publicou nesta quinta-feira (10) uma carta aberta no Broadly, o site feminino da Vice, para opinar sobre a eleição de Trump, que derrotou a democrata Hillary Clinton após uma campanha marcada pelo discurso de ódio perpetrado pelo republicano contra minorias.

"É isso o que nós acabamos de aprender? Este país foi fundado com imigrantes e hoje as únicas pessoas que se sentem seguras, que têm direitos reconhecidos e respeitados são homens brancos", escreveu.

Lawrence diz na carta que mesmo diante desta situação, é importante concentrar-se na solução, "pois não podemos mudar o passado". Ela defende que os americanos não deveriam culpar uns aos outros ou protestar nas ruas.

"Se você está preocupado a respeito da saúde de nosso planeta, pesquise tudo o que puder sobre como protegê-lo. Se você está preocupado sobre a violência racial, ame seu vizinho mais do que você já tentou – não importa o que ele acredita ou em quem ele votou."

A atriz não deixou de mencionar a questão das mulheres. Durante toda campanha presidencial, Trump disparou inúmeras falas machistas e misóginas; a forma que o novo presidente dos Estados Unidos se refere a mulheres gerou indignação e preocupação mundo afora.

"Se você é mulher e está preocupada [com o fato de que] sempre haverá um teto de vidro, não importa o quão duro você trabalhe ou o quanto aprenda, então na verdade eu não sei o que te dizer. Não sei o que diria a minha filha se eu fosse você. Exceto ter esperança. Trabalhar pelo futuro."

A vencedora do Oscar por O Lado Bom da Vida (2012) sugere que Clinton – conhecida por defender os direitos das mulheres há décadas – seja usada como exemplo de luta neste momento.

"Não deixe isso te derrotar – deixe isso te enraivecer! Deixe isso ser o fogo que você não tinha antes. Se você é um imigrante, se você é negro, se você é LGBTQ+, se você é mulher – não tenha medo, faça barulho!"

Você pode ler a íntegra da carta de Lawrence aqui.

LEIA MAIS:

- 'Amor supera o ódio': Nas ruas de NY, Lady Gaga protesta contra novo presidente

- Vitória de Trump não vai abalar Emma Watson: 'Vou lutar ainda mais pelo que acredito'

- Após prever vitória de Trump, Michael Moore faz lista de como reagir em 5 passos

Também no HuffPost Brasil:

Close
Jennifer Lawrence en GIFs
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção