Huffpost Brazil

Este artista transformou o metrô em espaço para desabafos após vitória de Trump

Publicado: Atualizado:
Imprimir

terapia metro

Você já se sentiu angustiado? Com vontade de colocar para fora todos os seus pensamentos, medos, planos e sonhos, mas sem saber exatamente como fazer isso?

Ou já viveu um daqueles dias em que tudo parece estar errado?

Caso se identifique com essas situações, saiba que você não está sozinho. E na correria da rotina estão cada vez mais escassos os momentos e os lugares para lidar com essas angústias.

Mas imagine se você pudesse compartilhar um pouco desse seu sentimento com as pessoas justamente no caminho para o trem ou metrô? Essa é a ideia de Matthew "Levee" Chavez.

O artista urbano de Nova York criou o Subway Therapy (Terapia no Metrô, em tradução literal), um projeto que consiste em disponibilizar post-its e muita escuta para os transeuntes das estações de trem da cidade.

Basta pegar um pedaço de papel colorido, escrever o que estiver na sua cabeça e coração para compartilhar na parede. Se preferir, pode se sentar e conversar com Chavez, que não é nenhum terapeuta, mas afirma ser muito interessado em ouvir a história de outras pessoas e ajudar como for preciso.

"Nos últimos anos eu imaginei apenas sentar em uma mesa e cadeiras para conversar com as pessoas. Como as pessoas fazem para se sentirem melhor quando se sentem mal? Há tantas pessoas andando com peso emocional. Eu sou muito sortudo de ter a família e os amigos que me ajudam a processar eventos que acontecem em minha vida, mas e se alguém não tem uma família ou amigos para apoiá-los? E se eles não têm uma comunidade para fazer parte, ou o acesso à terapia? Este é um problema complicado. Eu certamente não sou a solução, mas quero contribuir", explicou na descrição do projeto em seu site.

O artista resolveu dar vida ao projeto na estação de metrô próximo a 6º Avenida, uma das mais movimentadas em Manhattan, horas depois de Donald J. Trump ter vencido a eleição presidencial na última quarta-feira (9).

Chavez disponibilizou uma sacola com os pedaços de papeis e canetas, montou um letreiro que dizia "Subway Therapy" e então começou a pedir aos transeuntes que escrevessem uma nota e a prendessem às paredes de azulejos brancos.

Horas depois, o concreto reunia quase 2.000 mensagens coloridas, de acordo com informações do New York Times. Depois de remover as mensagens durante a noite, Chavez voltou na quinta-feira (1), colocou as notas de volta na parede e novamente montou sua mesa à espera de novos depoimentos.

"Muita gente lê os recados na parede e simplesmente começam a chorar. Eu queria dar às pessoas a oportunidade de expressar suas frustrações, de sentir menos estresse. Quero dizer, todo mundo está tão perto um do outro em Nova York, e ninguém está realmente dialogando", explicou o idealizador do projeto ao NYT.

LEIA MAIS:

- 'Estenda a mão ao seu colega': O lindo email de Tim Cook aos funcionários da Apple após vitória de Trump

- A linda amizade entre uma garotinha de 4 anos e um idoso triste pela perda da esposa

- Este garotinho não tinha dentes. Após tratamento, ele conseguiu o sorriso mais cativante de todos!

Também no HuffPost Brasil

Close
5 maneiras de ter um momento de compreensão
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção