Huffpost Brazil

Desembargadores vêem retaliação em varredura de Renan contra supersalários

Publicado: Atualizado:
CRMEN LCIA
Juízes reclamaram de pente fino em super salários para a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia | Carlos Humberto/SCO/STF
Imprimir

Em encontro com a presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, presidentes de Tribunais de Justiça reclamaram da varredura que a Comissão Especial Extrateto vai fazer nos supersalários. Os juízes enxergam uma retaliação do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), contra o Judiciário, em reação à Operação Lava Jato.

"O magistrado faz um trabalho muito seleto e de muita responsabilidade e tem que ganhar um salário que seja razoável. Isso varia para cada um de acordo com sua posição para a sociedade. No setor jurídico, o profissional que tem uma responsabilidade tem que ser bem remunerado”, afirmou o presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, desembargador Mario Machado Vieira Netto, ao jornal O Globo.

Presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, o desembargador Cláudio Santos explicou que a ministra Cármen Lúcia não se posicionou.

"Isso (dos supersalários) foi ventilado por alguns presidentes de TJs, mas absolutamente a ministra não se pronunciou a respeito. Isso foi discutido por algumas presidências dos tribunais como se isso fosse realmente uma retaliação contra o Poder Judiciário, mas não foi assim que foi entendido pela maioria”, afirmou, segundo a Folha de S.Paulo.

O desembargador ressaltou que o Judiciário é caro.

"Uma grande parte do Poder Judiciário é perdulária, tem uma cultura de gastar cada vez mais. Os vencimentos dos juízes são dignos, mas há situações em que o vencimento médio dos funcionários é muito alto. Essa discussão sobre custos do Poder Judiciário tem que aumentar ainda mais, ser discutido ainda mais.”

O pente-fino do Senado vai atrás de quem ganhar acima do teto, que hoje é de R$ 33,7 mil. Levantamento feito pelo jornal O Globo, em outubro mostra que 75% dos juízes brasileiros recebiam vencimentos superiores ao teto do funcionalismo público.

A relatora da proposta, senadora Kátia Abreu (PMDB-TO), negou que vá fazer uma caça às bruxas.

LEIA TAMBÉM:

- Janot critica proposta de Renan que prevê prisão para casos de abuso de autoridade

- Maus-tratos: Contra STF, Comissão do Senado aprova vaquejada

Mais no HuffPost Brasil:

Close
Os ministros de Temer
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção