Huffpost Brazil

'Minha filha tem algo que eles não têm, amor': Este é o recado de Bruno Gagliasso contra racismo

Publicado: Atualizado:
TITI
Divulgação
Imprimir

Desde que foi adotada pelo casal Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank este ano, a pequena Titi tem sido alvo de comentários.

A menina de dois anos nasceu em Malaui, no Sul da África, e os artistas a conheceram quando foram participar de um programa de ajuda humanitária no local.

Porém, algumas mensagens direcionadas à criança passaram dos limites e têm conteúdo claramente racista.

Mas Gagliasso não deixou por menos. Nesta quarta-feira (16), ele deu entrada em queixa por comentários racistas contra a filha na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), no Rio de Janeiro.

Os comentários preconceituosos foram feitos em uma foto publicada por Giovanna Ewbank nas redes sociais.

No Facebook, o ator aproveitou para deixar um recado os autores do crime: "Minha filha tem algo que esses caras não têm: amor. Em relação ao preconceito, a gente tem que ser intolerante. Eu fiz o que eu tinha que fazer. Agora cabe à polícia. É crime e contra uma criança. O mais importante é que ache e prenda se tiver que prender", escreveu.

Em entrevista ao G1, a delegada Daniela Terra afirmou que dois suspeitos já foram identificados.

Eles devem responder por injúria por preconceito e pelo crime de racismo, com previsão de pena de reclusão de 1 a 4 anos.

"Esses criminosos serão identificados. Eles se utilizam da internet como um subterfúgio, acreditando que estão passando despercebidos por estarem fazendo uso da rede social, mas não estão. Não adianta apagar o perfil, não adianta apagar o comentário, não adianta usar subterfúgios para mascarar a conexão, porque a Polícia Civil tem tecnologia suficiente pra identificar esses criminosos que serão individualizados e punidos ao rigor da lei", explicou Terra.

Para o ator, a iniciativa de denunciar o crime é também uma medida que pode servir de exemplo para outras pessoas.

"É chato, né. Eu acho que eu nunca vou sentir, realmente, o que sentiu a Preta [Gil], a Tais [Araújo], mas como ser humano e como pai, eu fico muito triste. Por isso que eu estou aqui cobrando e pedindo justiça, para as pessoas aprenderem e pra servir de exemplo pra todo mundo. Isso não pode acontecer. É muito feio."

Hj ela preferiu o azul e eu o rosa... #umportodosetodosporum ❤️🌻 #titiseminstagram

A photo posted by Bruno Gagliasso (@brunogagliasso) on


LEIA MAIS:

- Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank prestam queixa por racismo

- Filha de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso dá SHOW DE ESTILO no Instagram

Também no HuffPost Brasil

Close
19 imagens que mostram a força da 1ª Marcha das Mulheres Negras no Brasil
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção