Huffpost Brazil

Evan Rachel Wood revela ter sido estuprada e pede que mulheres denunciem

Publicado: Atualizado:
EVAN RACHEL WOOD
Wood no Festival de Sundance, divulgando 'Conquistas Perigosas, em 2013 | Mario Anzuoni / Reuters
Imprimir

NOVA YOTK (Reuters) - A atriz da série Westworld, Evan Rachel Wood disse nesta terça-feira (29) que está pausando o uso de redes sociais, um dia após revelar no Twitter que foi abusada sexualmente duas vezes.

Em entrevista à Rolling Stone publicada neste mês, a atriz falou sobre sua tentativa de suicídio aos 22 anos e ter sido sujeita a abusos "físicos, psicológicos, sexuais".

Evan, de 29 anos, publicou no Twitter na noite de segunda-feira que não poderia mais ficar em silêncio "dado o estado do que nosso mundo está com flagrante intolerância e sexismo".

No entanto, ela também disse ter hesitado em compartilhar sua história no passado porque não queria ser acusada de fazê-lo em busca de atenção.

"Tive o desejo de não fazer disto uma história triste, não tornar isto sobre mim", disse em sua conta oficial no Twitter.

Na publicação, Evan disse ter sido "estuprada por um parceiro enquanto estavam juntos. E em outra ocasião, pelo dono de um bar".

Ela disse que os ataques aconteceram "muitos, muitos anos atrás", mas não deu a data exata.

"Ainda estou de pé. Estou viva. Sou feliz. Sou forte. Mas ainda não estou OK", escreveu.

"Ainda acho que é importante que as pessoas saibam disto, que sobreviventes saibam disto, e que a pressão de se livrar disto de uma vez seja levantada".

"Vou dar um tempo das redes sociais por ora", escreveu a atriz. "Obrigado por todo seu apoio e histórias corajosas. Vocês não estão sozinhas. Beijos."

Evan é conhecida por seus papeis em Aos Treze, Tudo pelo Poder e O Lutador, além das séries da HBO Westworld e Mildred Pierce.

LEIA MAIS:

- TV no Marrocos exibe 'tutorial' de maquiagem para esconder marcas de agressão

- ASSISTA: Amber Heard faz relato contundente e tocante sobre violência doméstica

- Por que a violência contra mulheres indígenas é tão difícil de ser combatida no Brasil

Também no HuffPost Brasil:

Close
Famosos que reforçam a cultura do estupro
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção