Huffpost Brazil

Esporte solidário: Clubes se unem e querem ceder atletas para Chapecoense

Publicado: Atualizado:
CHAPE
REUTERS/Paulo Whitaker
Imprimir

A tragédia com a Chapecoense motivou uma onda de solidariedade entre os clubes do futebol brasileiro e mundial.

Os principais clubes brasileiros tentam se organizar para ajudar a Chapecoense a se reerguer após o acidente que matou ao menos 71 pessoas entre 77 passageiros que estavam a bordo. As informações oficiais anteriores falavam em 76 e, depois, em 75 mortos.

Além dos jogadores, o avião levava a comissão técnica e funcionários da equipe da Chapecoense, além de jornalistas que iriam cobrir o jogo a Copa Sul-Americana na quarta-feira, em Medellín, a primeira internacional da equipe do interior catarinense.

Em nota, os principais clubes brasileiros solicitam que a equipe não seja rebaixada nas próximas três edições do Campeonato Brasileiro. O manifesto também prevê o empréstimo gratuito de atletas para o time na próxima temporada.

Neste momento de perda e de profunda tristeza, nós, presidentes dos clubes brasileiros que publicam esta nota, gostaríamos de manifestar nossos mais sinceros sentimentos de pesar e solidariedade à Associação Chapecoense de Futebol e seus torcedores, e em especial às famílias e amigos dos atletas, comissão técnica e dirigentes envolvidos na tragédia ocorrida na madrugada desta terça-feira (29).

Mesmo cientes dos prejuízos irreparáveis provocados por este terrível acontecimento, os clubes entendem que o momento é de união, apoio e auxílio à Chapecoense.

Neste sentido, os clubes anunciam Medidas Solidárias à Chapecoense, que consistirão, dentre outras, em:
(i) Empréstimo gratuito de atletas para a temporada de 2017; e
(ii) Solicitação formal à Confederação Brasileira de Futebol para que a Chapecoense não fique sujeita ao rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro pelas próximas 3 (três) temporadas. Caso a Chapecoense termine o campeonato entre os quatro últimos, o 16º colocado seria rebaixado.
Trata-se de gesto mínimo de solidariedade que se encontra ao nosso alcance neste momento, mas dotado do mais sincero objetivo de reconstrução desta instituição e de parte do futebol brasileiro que fora perdida hoje.

Segundo o UOL, até agora Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Santos e Portuguesa assinaram o manifesto.

De acordo com a ESPN, o Palmeiros solicitou à Confederação Brasileira de Futebol para entrar na última rodada do Campeonato Brasileiro vestindo o uniforme do time catarinense.

Informações da Folha de S.Paulo dão conta de que a Crefisa já reagiu positivamente ao pedido. Adidas e CBF ainda não responderam se autorizarão a mudança.

A CBF determinou nesta terça-feira o adiamento de todas as partidas no país por sete dias e decretou luto oficial neste período.

LEIA MAIS:

- Tragédia na Colômbia: Queda de avião deixa Chapecó e o futebol de luto

- 'Por aqui só se escuta o som do vento', conta morador de Chapecó

- Tragédia aérea da Chapecoense destrói sonho de time que virou exemplo de sucesso

Também no HuffPost Brasil

Close
A trajetória da Chapecoense na Copa Sul-Americana
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção