Huffpost Brazil

Inflação no Brasil fecha 2016 abaixo do teto

Publicado: Atualizado:
INFLATION
Inflação recuou no Brasil em 2016 | AndreyPopov via Getty Images
Imprimir

A inflação no Brasil foi de 0,30% em dezembro, de acordo com números do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) divulgados nesta quarta-feira (11) pelo IBGE.

O índice de dezembro foi o mais baixo para o mês desde 2008, quando ficou em 0,28%, mas subiu em relação a novembro, quando registrou 0,18%.

Com isso, a inflação fechou 2016 em 6,29% – abaixo do teto da meta definida pelo governo, de 4,5% com tolerância de dois pontos percentuais para baixo ou para cima, e de 2015, quando ficou em 10,67%.

A previsão do mercado, expressa pelo último Boletim Focus, era que o índice ficasse em 0,36% em dezembro e 6,35% no ano.

Os dados mostrando que a inflação está recuando de forma mais intensa do que o esperado devem fortalecer apostas de um corte mais agressivo nos juros.

O Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) está reunido desde ontem e divulga nesta quarta, após às 18h, sua decisão sobre a taxa Selic – atualmente em 13,75% após dois cortes seguidos de 0,25 ponto percentual.

A maior parte dos economistas aposta em uma aceleração do ritmo, com corte de meio ponto percentual, mas há quem fale em até 0,75 ponto percentual, o que levaria a taxa para 13%.

Quando o Copom aumenta os juros, encarece o crédito e estimula a poupança, o que faz com que a demanda seja contida e faça menos pressão sobre a atividade e os preços. Cortar os juros causa o efeito contrário.

LEIA MAIS:

- Contas de telefone ficam mais caras a partir deste mês após mudança no ICMS

- Sem recursos e com salários atrasados, Uerj se diz impossibilitada de funcionar

Também no HuffPost Brasil

Close
Formas de ganhar dinheiro sem sair de casa
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual

Sugira uma correção