Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Alex Piaz Headshot

O que acontece depois do impeachment?

Publicado: Atualizado:
DILMA ROUSSEFF
Ueslei Marcelino / Reuters
Imprimir

O golpe foi dado. Se você preferir, pode achar que foi um ato previsto na constituição, que a ex-presidente cometeu mesmo crime de responsabilidade. Não faz mais a menor diferença, a narrativa orquestrada a favor do golpe parlamentar venceu. Apesar de tudo, foi um golpe.

Tudo bem, e agora?

Temer falará à Nação no dia 7 de setembro. Irá falar sobre "medidas extremas" que precisará tomar para sanar a "crise", irá pedir união nacional. Um discurso difuso que será traduzido por colocar em prática a política econômica do projeto derrotado nas urnas. O projeto neoliberal.

Condições serão criadas para que se altere, de forma vil, as relações de trabalho. Vão mexer na CLT, tudo bem é uma lei que precisa ser atualizada. Todo mundo concorda que é preciso mexer na CLT. A questão é ONDE. E o ONDE deles é justamente o que vai contra nós, o povo.

Será a pá de cal para a indústria nacional. Os governos Lula/Dilma de certa forma já promoveram um enfraquecimento da nossa indústria. Temer irá aprofundar isso. Ele mal toma posse e sai correndo para Pequim beijar a mão dos Chineses e comprometer-se com o projeto deles. Ao mesmo tempo em que abrimos nosso mercado ao capital norte-americano.

A desregulamentação do mercado de trabalho permitirá que os grandes jogadores globais da terceirização atuem por aqui. Vagas de nível médio e pequenos "pejotas" irão competir com mão de obra Indiana e Chinesa. E você reclamava do salário dos médicos cubanos.

Irá flexibilizar as Leis sobre Terra, permitindo que estrangeiros comprem terras aqui, ao mesmo tempo que os ruralistas atuam para enfraquecer os direitos dos povos indígenas e também os de outras populações tradicionais. O conflito no campo irá se intensificar e será reprimido com força e terá como cúmplice o silêncio da mídia de massa.

Liberdades serão vigiadas. Movimentos sociais asfixiados. Os que ganham vão ganhar ainda mais. Alguns [muitos] perderão.

Em resumo, nada muito diferente do que já acontecia no governo Dilma, só que agora de forma muito mais frenética e com muito menos escrúpulos.

E pensar que foi contra a corrupção... E pensar que o Cunha sumiu do horizonte...

*Texto publicado inicialmente no Medium

LEIA MAIS:

- O impeachment de Dilma Rousseff não trará nenhuma paz política ao Brasil

- De quem apanham os manifestantes contrários ao governo Temer?

Também no HuffPost Brasil:

Close
Manifestação contra impeachment de Dilma
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual