Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Alex Piaz Headshot

A esperança venceu o medo?

Publicado: Atualizado:
JOO DORIA
NurPhoto via Getty Images
Imprimir

Foi uma surra. A derrota do projeto atual para a prefeitura de São Paulo para o projeto individualista, privatista e excludente, da forma como foi é sintomática.

Não é necessário apontar responsáveis, afinal somos nós quem votamos ou não votamos né, já que as abstenções deram mais votos que o candidato vencedor. A traição que o Partido dos Trabalhadores realizou contra seus eleitores pesou muito para o resultado sem dúvida.

É meu amigo, foi uma traição. Não foi agora, foi lá em 2014 quando armaram um conto de fadas para forçar a reeleição da Dilma. Já sabiam eles do seu esgarçamento. Ainda sim, não obstante, fizeram de forma que ganharam, mas no fim das contas não levaram.

E nós ganhamos de brinde um Golpe de Estado e o ressurgimento de uma ideologia raivosa que não quer conviver com a diferença, quer exterminá-la. Talvez o grande artífice disso tenha sido mesmo Lula, quando lá atrás afirmou que a "esperança venceu o medo". Foi uma frase bonita, de efeito. Me parece que foi o ovo da serpente.

O medo da população foi subestimado. Do medo, derivaram que o Partido dos Trabalhadores foi o responsável pela situação e por medo, rejeitam seu projeto ainda que o outro seja pior.

O medo é irracional por natureza. E ao mesmo tempo incontrolável. Será que eles têm a devida noção de que não se para uma tempestade?

Até os menos favorecidos abandonaram o projeto includente aqui em SP. Ontem, parte da senzala comemorou a vitória da casa grande.

Resta agora, a esperança.

LEIA MAIS:

- O que acontece depois do impeachment?

- De quem apanham os manifestantes contrários ao governo Temer?

Também no HuffPost Brasil:

Close
Eleições municipais 2016
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual