Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

ANPR Headshot

Para além das tragédias: Você sabe como funciona a mineração no Brasil hoje?

Publicado: Atualizado:
MINING
Getty Images
Imprimir

A mineração tornou-se pauta recorrente para os brasileiros após o acidente com o maior dano ambiental já registrado na história do país: o rompimento da barragem de rejeitos de Fundão, em Mariana (MG), ocorrido em novembro de 2015.

Os danos ambientais e socioeconômicos são de proporção tão elevada que ainda não foi possível sua mensuração exata, mas já é fato que uma comunidade inteira foi devastada e outras gravemente afetadas.

Os prejuízos são estarrecedores: 18 pessoas morreram e uma ainda está desaparecida; toda a fauna e a flora dos rios Gualaxo do Norte, Carmo e Doce foram seriamente afetadas, causando danos em mais de 663km de calha de rio, além do estuário e oceano Atlântico, com danos consideráveis à fauna e flora marinha na região da foz do Rio Doce.

Mas além da tragédia, você sabe como funciona a mineração no Brasil hoje? O procurador da República Eduardo Henrique de Almeida Aguiar*, membro da Força Tarefa Rio Doce, levantou 13 tópicos que você precisa conhecer para entender e discutir melhor o tema.

mineração

2. Mais da metade do minério de ferro exportado pelo Brasil tem origem em Minas Gerais. O estado também é o que mais arrecada royalties da mineração, tendo sido responsável por 43,3% da arrecadação nacional de CFEM - Compensação Financeira por Exploração de Recursos Minerais no primeiro semestre de 2015.

minério

(No ano de 2014 o Brasil produziu mais de 400 milhões de toneladas de minério de ferro. No decênio compreendido entre 1996 e 2005 a atividade minerária no Brasil produziu mais de dois bilhões de toneladas de rejeitos)

4. O elevado crescimento de produtividade minerária no país não corresponde ao mesmo engajamento no que tange à evolução da técnica mineradora em relação à proteção do meio ambiente

mineração

6. É fundamental compatibilizar o desenvolvimento econômico com a proteção ambiental. A produção minerária brasileira precisa reduzir o volume de resíduos sólidos depositados em pilhas de estéril e barragens de rejeitos, realizando a destinação ambientalmente adequada desses resíduos por meio de sua reintrodução na cadeia econômica, de forma a desenvolver a economia sustentável.

mineração

8. Já existe tecnologia disponível no Brasil para a transformação dos estéreis e rejeitos da mineração de ferro em produtos para utilização na construção civil, como brita, areia, argamassa, cimento, concreto, blocos, tijolos, revestimentos, pigmentos, dormentes para ferrovias e outros, entretanto, não obstante o enorme passivo ambiental gerado por estes resíduos sólidos e a exigência normativa de disposição ecologicamente adequada desses resíduos, o reaproveitamento dos mesmos ainda não é realidade em nosso país.

A) A Universidade Federal de Minas Gerais, através de sua Escola de Engenharia, detém conhecimento para por meio de calcinação flash transformar os resíduos de mineração em pozolanas artificiais e produto arenoso, que podem ser utilizados na fabricação de tijolos, concreto, argamassa, pavimentação de estradas, indústria de vidro, chips para computador e diversos outros produtos, com custo inferior e maior resistência e durabilidade do que os tradicionais.

B) O Laboratório de Geotecnologia e Geomateriais da EEUFMG, através da transformação de resíduos de mineração de barragens de rejeitos da própria Samarco, produziu cimento, concreto, argamassa, blocos, tijolos, pisos, vigas e pigmentos, utilizados na construção de uma casa de 46 m2 que atende a todas as prescrições normativas da ABNT no que tange a durabilidade, qualidade, desempenho, conforto, segurança e estabilidade, e com custo de produção de R$ 782,60 por m2, bastante inferior ao custo convencional da construção civil de R$ 1.000,00/m2. A Universidade Federal de Ouro Preto e a Universidade Federal do Rio de Janeiro também já desenvolveram tecnologias no mesmo sentido.

mineração

10. Resíduos de mineração já são reintroduzidos na cadeia econômica em países com Canadá, EUA, Austrália, França, Espanha, Itália, Inglaterra, Alemanha, África do Sul e China, sendo que a China possui meta de reutilizar ao menos 20% dos rejeitos de mineração até o ano de 2020.

mineração

12. Estudos apontam que o aproveitamento dos resíduos da mineração para a transformação em insumos de construção civil pode proporcionar redução de até 40% nos custos das obras, ademais do fato de se evitar a degradação ambiental com a disposição destes resíduos nas formas tradicionais (pilhas e barragens), ganho imensurável de equilíbrio ecológico.

13. A atividade minerária é, por si só, poluidora. Não há como extrair minerais da terra sem causar danos ao meio ambiente. Não obstante ser danosa ao meio ambiente, trata-se de atividade necessária à produção de diversos bens e manutenção do meio de vida do ser humano, logo, cabe a adoção dos meios de produção e técnicas que menos danos causem ao meio ambiente.

*Texto escrito por Eduardo Henrique de Almeida Aguiar, procurador da República, membro da Força Tarefa Rio Doce, pós-graduado em Direito Público pela UNB, em Direito de Empresa pela UGF e ex-procurador Federal/AGU.

LEIA MAIS:

- Comunidades tradicionais indígenas e pós-globalização que não chega

- 8 consequências positivas da Operação Lava Jato para o Brasil

Também no HuffPost Brasil:

Close
A tragédia de Mariana
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual