Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Diego Iraheta Headshot

Bispo Marcos Klain, você envergonha todos os cristãos com sua ameaça a Jean Wyllys

Publicado: Atualizado:
BISPO
Montagem/Facebook/Getty
Imprimir

"Ou se converte ou morre."

Assim é o pensamento, assim é a declaração pública de um bispo evangélico da Comunidade Bíblica da Graça.

A igreja que tem entre os propósitos "promover comunhão entre os salvos" e "evangelizar os perdidos" conta em seu quadro com uma liderança que posta ameaças pelo Facebook.

Depreende-se uma ameaça de morte ao deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), que aceitou tirar selfie com Marcos Klain.

É esse o exercício do "ministério da palavra" da Comunidade Bíblica da Graça?

É profetizando o ódio, bispo Marcos Klain, que o senhor espera "salvar os perdidos"? E perdidos do quê? Perdidos de quem?

jean

Esse autoritarismo infelizmente macula o verdadeiro sentido da religião cristã.

"Amarás o próximo como a ti mesmo", ensinou Jesus Cristo, segundo a Bíblia.

Se esse é um dos mandamentos universais do Evangelho, por que Klain não está pregando o amor?

Por que a sentença é de morte ao diferente -- no caso, de uma pessoa LGBT?

Mais de 22,2% dos brasileiros são evangélicos. O grupo que supera mais de 43 milhões de pessoas é bastante diverso.

Grande parte deles não se sente representada por líderes que insistem no discurso de ódio, como o pastor Silas Malafaia ou o próprio bispo Klain.

Porque o amor e a empatia são, para esses evangélicos, a palavra-chave. Seja numa oração, numa pregação, numa conversa.

Podemos discordar do outro. Criticar Jean Wyllys e sua argumentação.

Mas ameaçar não é um verbo cristão. Converter à força não respeita o livre arbítrio.

Com essa retórica do ódio, Marcos Klain envergonha evangélicos, católicos, espíritas, cristãos.

Mais amor, bispo, por favor.

LEIA MAIS:

- Como foi ser um adolescente gay em uma igreja evangélica

- Bancada Evangélica aposta em governo Temer para avançar em pautas conservadoras

Close
10 momentos históricos da luta LGBT
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual