Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Eleutério Guevane Headshot

ONU embarca no espírito olímpico com iniciativas na Rio 2016

Publicado: Atualizado:
Imprimir

2016-08-05-1470419047-1706536-BanTocha.jpg

Ban Ki-moon recebeu a chama das mãos do presidente do COI, Thomas Bach. Foto: ONU/Mark Garten

O mundo seguiu o momento em que a jogadora brasileira de handebol Thaiza Vitória da Silva recebia nesta sexta-feira (5) a tocha olímpica do secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon.

O gesto representou a solidariedade às 400 meninas que participam na campanha Uma Vitória Leva à Outra da ONU Mulheres e do Comitê Olímpico Internacional, COI.

A diretora-geral da ONU Mulheres, Phumzile Mlambo-Ngcuka, carregou a tocha acompanhada perto da representante da agência no Brasil, Nadine Gusman. Promover atividades de esporte para meninas adolescentes é o foco de uma das várias iniciativas das Nações Unidas nas Olimpíadas.

Sociedade Global

Este sábado, a campanha Eu Abraço vai movimentar atletas e participantes que serão mobilizados pelo Programa Conjunto das Nações Unidas sobre o HIV/aids, Unaids.

A representante da agência no Brasil, Georgiana Braga-Orillard, disse à Rádio ONU que a mensagem é de competir, unir povos e também de não discriminar.

"O esporte é bastante inclusivo e a gente quer que a sociedade global, mas também o Brasil, seja bastante inclusiva", disse ela. Essa campanha vai durar até o final da Paralimpíada.

Espírito Olímpico

Neste sábado, como parte do lançamento da campanha do Unaids, a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, vai ler uma declaração onde cidades do mundo comprometem-se a falar do HIV e a combater a epidemia.

A chefe do Unaids no Brasil lembrou que pelo menos 100 voluntários estarão passando a mensagem Eu Abraço a tolerância, Eu Abraço o espírito olímpico e também uma mensagem de prevenção de HIV.

Agências das Nações Unidas estão envolvidas na distribuição de 510 mil preservativos e realização de testes. O evento apoiado por artistas, pela sociedade civil e por organizações internacionais quer "mostrar as cores da diversidade no Rio de Janeiro".

Família Humana

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, participou do revezamento da tocha olímpica na manhã de sexta-feira. Ele recebeu a chama das mãos do presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, e devolveu para a jogadora brasileira de handebol, a jovem Thaiza Vitória da Silva.

"Todos nós podemos sentir a emoção dos Jogos Olímpicos", destacou o secretário-geral das Nações Unidas participando de uma cerimônia que reuniu representantes de Comitês Olímpicos de todo o mundo no Rio de Janeiro.

Ban Ki-moon frisou que "podemos ter diferentes bandeiras, mas nós somos uma família humana."

Equipe de Refugiados

Pela primeira vez na América do Sul, são esperados mais de 10,5 mil atletas de todo o planeta num evento em que a ONU aposta em iniciativas com foco na competição.

Mas o que parece estar causando mais curiosidade na cobertura de correspondentes estrangeiros sobre a cooperação da ONU com o COI nestes Jogos Olímpicos é a primeira equipe olímpica de refugiados.

Inspiração e Esperança

A iniciativa resultante da colaboração do Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, com o COI ilustrando o drama de 65,3 milhões de pessoas forçadas a deixar as duas casas para escapar de conflitos e da perseguição.

São 10 atletas: dois nadadores da Síria, dois judocas da República Democrática do Congo, um maratonista da Etiópia e cinco corredores de meia distância do Sudão do Sul.

Ao se encontrar com a equipe na quinta-feira (4), o secretário-geral lembrou que apesar de uma história triste, eles representam agora a inspiração e esperança de muitos, e que por isso, eles devem dar tudo de si para correr mais longe, saltar mais alto e serem mais fortes porque bilhões de pessoas no mundo estarão esperando exatamente isso deles nestas Olimpíadas.

Siga a cobertura da Rio 2016 na Rádio ONU no Twitter e no Facebook.

LEIA MAIS:

- ONU pede calma e diálogo no Brasil após abertura do impeachment

- Após Brexit, ONU diz que continuará trabalhando com britânicos e UE

Também no HuffPost Brasil:

Close
Copa UPP, onde o futebol reina entre PMs e comunidades do Rio
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual