Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Énois Headshot

Chaparral: Pão de três queijos e coxinha sequinha em São Miguel Paulista

Publicado: Atualizado:
Imprimir

2015-07-07-1436280088-5332685-coxinhachaparral.jpg

Por Pâmela Ayumi, correspondente de São Miguel Paulista, para o Prato Firmeza: O Guia Gastronômico da Quebrada

Quem conhece a lanchonete Chaparral, localizada no centro comercial de São Miguel Paulista, Zona Leste de São Paulo, nem imagina quanta história o lugar tem. Tudo começou em 1970, quando o casal português Idalina e Francisco resolveu abrir o negócio. A proposta inicial era de um bar noturno que oferecesse descontração, petiscos, cerveja e música boa para os funcionários das indústrias da região.

Durante alguns anos, aconteciam ali os happy hours de trabalhadores da região e também de famosos como Fafá de Belém, Wanderléa e Antônio Marcos - no auge da Jovem Guarda. Mas, na transição dos anos 1980 para 1990, o centro comercial do bairro se expandiu e a rotina da região começou a mudar. Lojas de roupa, sapatos, acessórios e outros restaurantes foram abertos, fazendo com que o casal de portugueses tivesse que se adaptar aos novos hábitos da população.

O bar se transformou em lanchonete e, desde então, se especializou em oferecer aos clientes alguns salgados tradicionais como a coxinha e o pão de queijo - carros-chefe da Chaparral. Mesmo com a mudança de gestão, ambas receitas continuam a ser produzidas diariamente pela mão certeira da cozinheira dona Maria Luz, treinada por Idalina.

2015-07-07-1436280169-8082510-paodequeijochaparral.jpg

A massa da coxinha (R$3,70) é um misto entre o crocante da casca sequinha e a maciez do recheio, com um tempero que nos remete à comida da vovó. Mas Maria Luz garante: "ninguém consegue fazer como deve ser. É um segredo que eu não revelo". Já o pão de queijo (R$4,00) instiga o estômago só pelo aroma. A receita é artesanal e tem queijo parmesão, mussarela e provolone. As quantidades são medidas no olho, o que garante um sabor diferente a cada fornada. "Há dias que ele tem mais gosto de provolone, no outro pode ser que tenha mais gosto de parmesão", afirma Lícia, atual proprietária do Chaparral.

Tudo isso, somado ao atendimento atencioso oferecido por uma equipe de garçonetes, faz com que os clientes disputem um lugarzinho em um dos dois balcões da casa. O restante do ambiente é preenchido por mesas de mármore, iluminação aconchegante e fotografias antigas que contam um pouco da história de Idalina, do bairro e da lanchonete.

Endereço: Esquina da rua Serra Dourada com a rua José Otoni, 112, São Miguel Paulista.
Telefone: 2297-0221.
De segunda a sábado das 7h às 20h.

Quer continuar lendo matérias como essa? Seja um apoiador firmeza da Énois e ajude a gente com as nossas formações de jornalismo com os jovens. Clique aqui e saiba como apoiar.

LEIA MAIS:

- Entre o de$apego e o boicote ao consumismo: Os melhores brechós do Facebook

- De dentro da ocupação: uma ex-aluna no movimento contra a mudança nas escolas de São Paulo

Também no HuffPost Brasil:

Close
Refugiado sírio abre restaurante em SP
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual