Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Francisco Toledo Headshot

O Cunha caiu, mas a idiotice não

Publicado: Atualizado:
EDUARDO CUNHA
Ueslei Marcelino / Reuters
Imprimir

Resolvi escrever no blog hoje sobre o Cunha.

Mas ai percebi que muita gente deve fazer a mesma coisa, com análises profundas sobre a corrupção e as manobras do deputado federal que possibilitou o impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

Pensei: melhor não.

Melhor tentar uma abordagem diferente.

Resolvi então entrar na página oficial do Eduardo Cunha no Facebook e stalkear o "vilão favorito" do deputado Marco Feliciano (PSC).

A sua última postagem foi logo cedo: seis e meia da manhã. Provavelmente o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki ainda não havia decidido pelo seu afastamento da presidência da Câmara e do seu cargo como deputado federal.

Mas as pessoas que comentaram na publicação já sabiam o que tinha acontecido. E por isso, comecei a ler esperando um verdadeiro escracho contra o deputado.

Mas não foi isso que vi.

Ali descobri sobre o que escreveria hoje: sobre a idiotice. Sabe?

A idiotice é uma coisa que vai além de ideologias e posicionamentos políticos ou religiosos. É simplesmente idiota, ponto. Algo inexplicável, que existe em nossa sociedade provavelmente desde os primórdios.

Percebi: o Cunha pode ter se dado mal, mas ainda existem alguns idiotas que possuem a capacidade de reconhecer que ele é "ladrão", mas por ter liderado o impeachment de Dilma se tornou automaticamente "herói". Lembrei do Feliciano.

Bom, quando o assunto é idiotice, não é muito difícil lembrar do Feliciano, né?

Separei alguns comentários para vocês perceberem o nível de idiotice. Cuidado, são palavras fortes.

"Obrigado, Cunha, por ter conduzido o impeachment da Dilma com a firmeza e tranquilidade que só vossa excelência poderia conduzir... Que Deus tenha misericórdia desta nação. Abraço Fraterno!"

"Deputado, Deus te proteja desta corja. Obrigada pelo seu trabalho tão inteligente a favor do Brasil. Os brasileiros que pensam, nunca se esquecerão de você. Continue forte e destemido independente das circunstâncias. Deus contigo."

"Eduardo Cunha, obrigado pelo bem imenso que fez ao Brasil ao admitir o processo de impeachment conra a inepta Dilma. Obrigado por lutar por um legislativo independente e forte. Deus abençoe cada um dos seus passos. Que o seu futuro seja iluminado. Sei que mesmo com seus erros e imperfeições, o senhor foi um instrumento da PROVIDÊNCIA DIVINA [ OI? ] para nos livrar da quadrilha petista. Forte abraço."

"Não temos nada que comemorar, queira ou não, temos que dizer nosso muito obrigado a ti, por fazer com que fosse votado o impeachment de Dilma e muitos outros pedidos, obrigado e retorne em breve".

SIM!

A maioria das pessoas que comentaram o post estavam agradecendo Eduardo Cunha.

Colocaram até Deus no meio. Eu, que não sou cristão, imagino: será que Deus aprova esse tipo de atitude?

Fiquei pensando. O que levou essa idiotice toda? Quem promoveu esse tipo de pensamento absurdo onde uma pessoa acusada tantas vezes na Operação Lava Jato (a mesma tão amada e idolatrada por essas pessoas) acaba se tornando herói de um país inteiro?

Lembrei do meu nobre coleguinha de blog no HuffPost, o Kim, e seu grupinho liberal profissional.

Tirou foto, deu as mãos, tirou selfie, jantou junto, abraçou e até mesmo teve reunião fechada com Cunha. Fiquei pensando: "Putz, pobre Kim. Para se mostrar imparcial deve ter 'comemorado' o afastamento de Cunha no Facebook, mas no fundo sentiu aquela tristeza de perder um amigo, uma lágrima cai".

Afinal, essa idiotice completa é culpa deles. Exclusiva deles.

E o pior é que mesmo apoiando o eventual governo de Temer nos próximos 2 anos, nada indica que um candidato da oposição com o viés ideológico defendido por Kataguiri & Turminha deve se eleger em 2018. Afinal, quem defende privatização em massa e "vouchers na Educação e Saúde" ao invés de serviço público não passa uma imagem muito boa para a população, né?

Ou seja: criaram uma massa de idiotices e provavelmente não conseguirão lidar com ela.

Cunha já foi.

É passado.

Mas a idiotice ficou. E a tendência é que isso se torne cada vez pior.

LEIA MAIS:

- O que acontece quando um deputado homenageia um torturador em rede nacional?

- Todos os olhos (e corações) estão agora em Brasília

Também no HuffPost Brasil:

Close
Mulheres protestam contra Eduardo Cunha
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual