Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Francisco Toledo Headshot

O escândalo de Romero Jucá é o reflexo de um governo ilegítimo

Publicado: Atualizado:
MICHEL TEMER
EVARISTO SA via Getty Images
Imprimir

Não vai ser fácil.

E é bom que o presidente interino Michel Temer (PMDB) saiba disso.

Se o governo Dilma enfrentou a resistência da classe política e empresarial no seu segundo mandato, desta vez a resistência virá de outros setores da sociedade.

Sindicalistas, trabalhadores, movimentos sociais, minorias, estudantes...

Nenhum desses grupos reconhecem o governo de Michel Temer. E com razão.

Imagine a pressão contra a presidente afastada Dilma Rousseff, sendo que ela foi eleita por mais de 54 milhões de brasileiros através do voto direto. Agora imaginem um governo que foi colocado lá não pela vontade popular, e sim pelo desejo de parlamentares - que cá entre nós, não possuem o menor prestígio por parte da população brasileira.

Não por acaso, surge o primeiro escândalo nos bastidores do novo governo interino. E o principal atingido pelo mar de lama foi um dos senadores que mais fez lobby pelo impeachment de Dilma: o ministro do Planejamento de Temer, Romero Jucá (PMDB).

O primeiro escândalo em um governo que não alcançou sequer um mês de duração. Um pouco mais de duas semanas.

O ministro foi flagrado em uma conversa com o empresário Sérgio Machado, articulando o impeachment de Dilma como "salvação" da classe política contra a operação Lava Jato. Na conversa, Jucá falava em "salvação nacional", em "pacto entre governo e STF (Supremo Tribunal Federal)". Sobrou até mesmo para o senador Aécio Neves (PSDB): "O primeiro a ser comido vai ser o Aécio".

Por sorte (ou azar) do tucano, ninguém quer comê-lo.

Sabe como é, intoxicação é uma coisa séria.

De qualquer forma, a gravação que foi vazada em uma reportagem do jornal Folha de S. Paulo mostra claramente a legitimidade desse governo: nenhuma.

E daqui pra frente deve ser assim.

Você pode dizer: "Mas quem votou em Dilma, automaticamente votou em Temer. Eles colocaram ele lá".

Mentira.

As pessoas votaram em Temer como vice-presidente, e não o articulador de um governo nacional ocupando o cargo mais importante do País. Quem colocou Michel Temer na cadeira da presidência foram os deputados e senadores, e grupos interessados em utilizar do cenário econômico crítico para aplicar suas medidas impopulares de austeridade, que nunca seriam aprovadas na urna pelo povo brasileiro.

Estou falando de Kataguiri's, de Skaf's, de pessoas covardes que não possuem reconhecimento da população, e precisaram atuar nos bastidores, nos becos sem luz entre conversas de homens brancos engravatados.

Eles colocaram Temer. Eles colocaram Jucá.

O apoio dado para a operação Lava Jato é cortina de fumaça. Muitos políticos que estavam nas manifestações "contra a corrupção" e pelo impeachment de Dilma acabaram se tornando manchete nos jornais por envolvimento em escândalos - como é o caso do próprio Jucá.

Não fomos nós que apertamos as mãos de Cunha, Jucá, Aécio e Temer. Foram eles.

Infelizmente alguns inocentes, ingênuos despolitizados irritados com razão sobre a política brasileira, acabaram caindo no discurso desse grupo fechado de meia dúzia de empresários e fantoches.

Mas nunca é tarde para acordar.

Temer vai cair e é questão de tempo para isso acontecer.

Já dizia o poeta Criolo.

"Eu tô pra ver um daqui pedir toalha, água
Não resistir a essa batalha
É do perreio, desespero, descabelo e da desgraça
Que nutre o ódio e prolifera com a massa
O gosto amargo, descaso que se passa
É trabalhar sem ter se envolver vira fumaça
Do que esconderam debaixo do tapete
Saciar meu povo, que tá com sede de verdade
Sim, aqui se pode, correr atrás
Traíras não podem conquistar o que teriam de graça"

LEIA MAIS:

- Maranhão e Cunha: Heróis de duas faces de uma moeda chamada farsa política

- Procura-se: Um manifestante que seja contra a corrupção

Também no HuffPost Brasil:

Close
Frases de impacto sobre o impeachment
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual