Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Health.com Headshot

8 coisas que médicos do pronto-socorro JAMAIS teriam em sua própria casa

Publicado: Atualizado:
EMERGENCY ROOM
Fuse via Getty Images
Imprimir

Os médicos que trabalham em pronto-socorro vivenciam tantas situações extremas e sensíveis, causadas por acidentes domésticos que, na maioria das vezes, poderiam ser evitados.

E isso nos fez pensar: quais objetos comuns eles consideram tão perigosos que são estritamente proibidos em suas casas?

Aqui estão alguns itens que (quase) todo mundo tem em casa e que mais assustam estes profissionais:

1. Cama elástica

trampoline

"Nós vemos todo tipo de lesões graves por causa de camas elásticas. Fraturas na parte superior do corpo, fêmures quebrados, lesões no pescoço. É por isso que a maioria dos médicos de pronto-socorro com quem trabalho não compram esse tipo de "brinquedo" para seus filhos. As camas elásticas são um problema. Não existe um modelo ideal. Infelizmente os pais têm a falsa sensação de segurança; quando existe uma rede ou algo do tipo pois acham que os filhos estão seguros".

Ferdinando Mirarchi, MD, diretor médico do pronto-socorro do Centro Médico na Universidade de Pittsburgh.

2. Pilhas botão

button batteries

"As baterias achatadas de relógio (ou pilhas botão) são cada vez mais comuns em alarmes de carro e nas luzes portáteis LED, mas elas podem ser extremamente perigosas para as crianças. As crianças gostam de objetos brilhantes e logo podem ingeri-las sem querer. O perigo é que elas podem ficar presas no esôfago. Quando uma moeda fica presa, frequentemente passa sozinha. Mas quando uma pilha de botão fica presa, o ácido da bateria vai comendo as paredes do esôfago, causando um problema para o resto da vida".

David J. Mathison, clínico geral, pediatra do pronto-socorro e diretor regional do PM Pediatrics.

3. Piscinas. Sim, piscinas!

pool

"Infelizmente a cada verão vemos crianças -- mesmo aquelas que sabem nadar -- cair acidentalmente na piscina e se afogar. Para mim, como o afogamento ocorre tão rápido e frequentemente em silêncio, eu não consigo ter uma piscina em casa. Todos os meus três filhos nadam e nós os levamos para piscinas. Mas eu sei que, pelo menos onde eu moro, evitamos esse risco".

Dara Kass, MD, professora assistente no pronto-socorro do Ronald O. Perelman no Centro Médico da NYU Langone.

4. Lavadoras de alta pressão e... escadas!

stairs

"Existem dois itens que eu não deixo por aí: lavadora de alta pressão e escadas. Frequentemente tratamos pessoas que caíram de altas escadas, o que resulta em lesões graves e profundas (trauma craniano, colapso pulmonar). Uma coisa que surpreendente eu não tenho em casa é uma lavadora de alta pressão. As pessoas acabam com ferimentos penetrantes ou lacerações por causa do intenso fluxo de água".

Seth Podolsky, clínico geral, do Instituto de Medicina do pronto-socorro da Clínica de Cleveland.

5. Armas de fogo, é claro

guns

"Eu sou libertária o suficiente para ser, em teoria, a favor do porte de armas, mas eu já tive que lidar com muitos suicídios de adolescentes e mortes acidentais de crianças para deixar que os meus filhos visitem casas onde eu sei que existe uma arma".

Amy Baxter, MD, médica pediatra do pronto-socorro do Scottish Rite Children's Healthcare em Atlanta

6. Macarrão instantâneo

instant noodles

"O miojo lámen, ou sopas similares vendidas em potinhos, ficam extremamente quentes quando são levados ao micro-ondas. É o que mais vejo em queimaduras de bebês. Os pais esquecem de como é quente até que são puxados pela mãozinha arteira do pequeno na mesa".

David J. Mathison, MD

7. Comprimidos antigos (ou vencidos) para a dor

pills

"As pessoas guardam restos de comprimidos, especialmente analgésicos narcóticos porque é cada vez mais difícil conseguir receitas para eles. Mas você sempre deveria se livrar dos remédios que sobraram. Nós já tivemos muitas crianças com overdoses de drogas para a dor, como a hidrocodona e oxicodona [encontradas nos remédios Vicodin, Percocet, OxyContin]. Apenas um comprimido desses de liberação prolongada pode matar uma criança".

Ferdinando Mirarchi, clínico geral.

8. Cadeirão para bebês

highchair baby

"Eu trabalho em um centro de pediatria e trauma para adultos, mas por ser pai, a maior parte das minhas preocupações são com produtos infantis. Mais da metade das visitas ao pronto-socorro de crianças com menos de um ano são por quedas. Eu não compraria um cadeirão desses em que a mesa é móvel, porque eu já vi muitas crianças usarem o pé contra a mesa e fazer com que a cadeira caia para trás. Uma caída de quase um metro pode causar uma fratura no crânio". -- Brian Fort, MD, médico do pronto-socorro no Hospital DuPage

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- 10 segredos que os enfermeiros escondem de seus pacientes

- Hospital abandonado de Hitler é o lugar mais assustador do mundo

Também no HuffPost Brasil:

Close
15 profissões mais perigosas para saúde
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual