Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Jenny Evans Headshot

As diferenças brutais entre a primeira e a última gravidez

Publicado: Atualizado:
GRAVIDEZ
PHOTOALTO/ANNE-SOPHIE BOST VIA GETTY IMAGES
Imprimir

Já estive grávida, bem, várias vezes. Se eu contar apenas as gestações saudáveis que chegaram a termo, eu estaria na sexta.

E já notei que há muitas diferenças entre as coisas que você, pensa, fala e faz quando não é sua primeira gravidez e quando você é gestante de primeira viagem.

Primeira gravidez: Você não vê a hora de começar a usar suas roupas novas de gestante. Na verdade, começa a usá-las quando ainda nem precisa, simplesmente porque acha emocionante.

Última gravidez: Um lamento fúnebre começa a soar em sua cabeça quando você muito a contragosto arrasta do fundo do closet aquela caixa de roupas de gestante que já usou tantas vezes.

***

Primeira gravidez: Você sempre sabe com quantos dias você está de gravidez, qual o tamanho da frutinha que seu bebê já alcançou no útero e quais são as novidades da semana em seu desenvolvimento fetal.

Última gravidez: Uma amiga lhe pergunta de quanto tempo você está grávida, e você responde "uns cinco meses, por aí, acho...".

***

Primeira gravidez:Você corre para marcar hora com seu ginecologista antes mesmo de o xixi secar em seu teste de gravidez.

Última gravidez:Você adia a ida ao médico até 14 semanas ou mais de gestação, porque todo o mundo sabe que antes da ecografia de 20 semanas o médico não vai fazer nada, na realidade, a não ser mandá-la fazer xixi num copinho e perguntar se você tem alguma dúvida (você não tem).

***

Primeira gravidez: "Não vejo a hora da próxima ecografia para poder ver meu bebê!"

Última gravidez: "Chega desse gel melequento na minha barriga! Preciso mesmo fazer mais uma eco?"

***

Primeira gravidez: Tomar as vitaminas do pré-natal é praticamente sua religião. Você começou até antes de engravidar de fato.

Última gravidez: "Ahn, deixa eu ver, acho que tomei uma dose... quando foi mesmo? Esta semana."

***

Primeira gravidez: Você planeja um jeito emocionante de informar seu marido que está grávida (e depois repetir o anúncio para seus pais e sogros). Você grava tudo e põe no YouTube.

Última gravidez: Você deixa o teste de gravidez positivo no balcão do banheiro e calcula que seu marido vai acabar vendo. Seus pais ficam sabendo da novidade pelo Facebook.

***

Primeira gravidez: Você usa planilhas para monitorar sua ingestão diária de água e o número de repetições que fez dos exercícios Kegel.

Última gravidez: Você mal consegue lembrar os nomes de seus filhos e se você tomou café nessa manhã, muito menos a última vez que fez um exercício Kegel.

***

Primeira gravidez: Você lê obsessivamente o livro O que esperar quando você está esperando, realça trechos com caneta colorida e faz anotações nas margens. Além disso, fica acordada até tarde procurando no Google cada complicação da gravidez citada no livro.

Última gravidez: Você não tem certeza, mas acha que O que esperar... deve ser um livro de colorir para seu filhinho de 3 anos.

***

Primeira gravidez: Seu marido veta todos os nomes bonitinhos que você sugere para o bebê.

Última gravidez: Você veta todas as sugestões malucas de nomes feitas por seus filhos mais velhos ("desistam, não vamos chamar o nenê de Voldermort nem Www.ponto.com").

***

Primeira gravidez: Você orgulhosamente gruda as imagens das ecografias na geladeira, as scaneia e manda a seus familiares e até as posta online.

Última gravidez: Você as encontra três semanas mais tarde amassadas no fundo da bolsa, com migalhas de bolachas grudadas nelas.

***

Primeira gravidez: Você passa um fim de semana no terceiro trimestre enchendo seu freezer de refeições congeladas saudáveis para depois de o bebê chegar.

Última gravidez: Você pretende jantar cereal matinal três vezes por semana nos primeiros meses de vida do bebê.

***

Primeira gravidez: Você passa o tempo antes das consultas do pré-natal folheando revistas de gravidez ou batendo papo com seu marido na sala de espera.

Última gravidez: Você passa o tempo antes das consultas tentando não deixar que seu filho de 2 ou 3 anos quebre alguma coisa, suba em cima dos móveis ou mexa com sua amostra de urina ("não é suco de maçã!!") no banheiro do consultório.

***

Primeira gravidez: Você programa uma massagem pré-natal para ajudá-la a relaxar.

Última gravidez: O melhor relaxamento que você poderia fazer seria passar dez minutos a sós no banheiro, mas você se contenta em convencer seus filhos mais velhos a parar de lhe dar cabeçadas na barriga.

***

Primeira gravidez: Você arruma a malinha para levar ao hospital dois meses antes da data prevista para o parto e inclui nela velas perfumadas, um diário, um travesseiro, óleo para massagem, bola de tênis e um cronômetro.

Última gravidez: Você agarra sua câmera quando está de saída e deixa a cargo de seu marido lhe levar mais tarde uma roupa para você usar quando sair do hospital.

***

Primeira gravidez: Você passa a gravidez magra e bonitinha, até o terceiro semestre, quando fica parecendo uma moça magrinha tentando sair do supermercado com uma bola de basquete escondida debaixo da roupa.

Última gravidez: Seu útero já está parecendo um daqueles livros infantis com figuras que se abrem - portanto, não é preciso dizer a ninguém que está grávida. Sua barriga começa a aparecer imediatamente, e você passa o último mês parecendo uma búfala aquática.

Jenny Evans escreve, é perfeccionista, notívaga, mórmon e mãe de cinco filhos que faz piadas sobre ela própria e escreve um blog no site Unremarkable Files sobre sua vida bagunçada numa casa cheia de filhos.

Você também a encontra no Facebook.

LEIA MAIS:

- A minha simples decisão pelo divórcio

- Agora, a punição para estupros recairá sobre a vítima

Também no HuffPost Brasil:

Close
25 selfies que mandam a real sobre a maternidade
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual