Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Leda Letra Headshot

Dia Laranja: 25 é dia de dizer não à violência contra as mulheres

Publicado: Atualizado:
Imprimir

2016-07-25-1469475376-4310512-13770453_10154986703137506_6247254536894482579_n.jpg
A ONU sugere que as pessoas usem uma peça de roupa laranja no dia 25

O secretário-geral da ONU proclamou o dia 25 de cada mês como o "Dia Laranja", uma oportunidade de conscientizar as pessoas sobre ações para o fim da violência contra mulheres e meninas.

Por ser uma cor vibrante, o laranja representa "um futuro livre de violência contras as mulheres", segundo o site da campanha. Ativistas, governos e parceiros da ONU aproveitam a data para fazer uma mobilização sobre o fim da prática.

Em 2016, o Dia Laranja foca no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável número 5: "Alcançar a igualdade de gênero e dar autonomia para todas as mulheres e meninas". A agenda traz metas específicas para eliminar todas as formas de violência de gênero.

Especificamente neste 25 de julho, a campanha destaca a seguinte meta: reduzir as desigualdades dentro dos países e entre as nações. Isso envolve garantir que todas as pessoas tenham as mesmas oportunidades e não sofram discriminação baseada em gênero.

Muitos países têm leis discriminatórias, afetando o estado social das mulheres e aumentando os riscos de serem vítimas da violência.

A ONU lembra que apesar dos acordos internacionais exigirem que os países garantam direitos iguais, muitas mulheres não recebem as mesmas oportunidades que os homens em setores como saúde, educação, liberdade de movimento e proteção sobre a violência.

Em algumas nações, as mulheres não podem dirigir. E existem leis que exigem a "obediência das esposas", enquanto outras leis limitam o direito ao divórcio ou a chance da mulher se casar pela segunda vez.

Neste 25 de julho, vista laranja em prol do fim da violência contra a mulher! E para conhecer mais sobre as leis discriminatórias visite a Base de Dados Global sobre Violência contra as Mulheres.

Leia mais notícias sobre as Nações Unidas no site da Rádio ONU em Português.