Huffpost Brazil
Livre Para Descobrir Headshot

'Manual do Mundo': o desafio de criar brincadeiras para pais e filhos

Publicado: Atualizado:
MANUAL DO MUNDO
Divulgação
Imprimir

O que é preciso para manter o interesse dos filhos (e dos pais!) em uma atividade? Iberê Thenório e Mari Fulfaro são criadores do Manual do Mundo, canal do YouTube que ensina a construir brinquedos e experiências, e tentam todos os dias inventar momentos novos para a filha, Helena, de 1 ano

"O Manual do Mundo é um canal que ensina duas coisas: como fazer e como funciona. Todos os nossos vídeos são feitos pensando em estimular a criatividade e a curiosidade de quem nos assiste. O nosso maior desafio é entender como despertar e manter o interesse dos pequenos. Em outras palavras, como criar brincadeiras legais.

Claro que o que uma criança vai gostar ou não depende principalmente da personalidade dela e da família. Sim, é importante que os pais gostem das brincadeiras também, senão, passar esse tempo tão precioso com os filhos acaba virando uma obrigação para eles. Por exemplo: se o pai gosta de música, que tal brincar com instrumentos? Se a mãe trabalha em um laboratório, por que não fazer experiências malucas?

Toda brincadeira tem que ter uma pontinha de desafio e estimular a concentração. Para isso, não é necessário ter um brinquedo complicado, pelo contrário. Quer um exemplo? Uma das coisas que mais fazem sucesso no Manual do Mundo são os origamis! Precisa só de um pedaço de papel colorido, é um processo desafiador, exige concentração e o resultado fica lindo.

Outra coisa que a gente faz é sempre tentar improvisar com o que temos em casa. Nossa filha, Helena, tem 1 ano - ainda está muito novinha para as brincadeiras mais complexas. Um dos objetos preferidos dela é um pincel de maquiagem, que ela fica passando no rosto, na barriga. Outra atividade que ela adora é explorar a despensa da cozinha. A gente fica de olho, tira tudo o que é perigoso do alcance e a deixa brincar com os alimentos, com as formas diferentes dos potes e latas.

O mais legal é quando a gente percebe que ela começa a ver os objetos de forma diferente. É a imaginação tomando conta, e é isso que tentamos ensinar nos vídeos: como ter uma nova visão das coisas do dia a dia. Transformar o seu entorno é muito importante.

Mas, acima de tudo, a brincadeira precisa de tempo. Ela é construída e, na maioria das vezes, o processo é mais importante que o brinquedo em si. Se os pais estão juntos nesse momento, então, é sensacional. Nossa maior alegria é quando alguém nos para na rua e conta sobre o dia em que a família decidiu montar um brinquedo ou fazer uma experiência que ensinamos: 'a gente fez assim, deu errado, tentamos de novo, o avô ajudou, amarrou desse jeito e aí deu certo'. A pessoa conta e a gente percebe que aquilo entrou para a história da família, foi um momento entre pais e filhos. É com esse tempo dedicado à diversão que acontece a aproximação, a cumplicidade, o aprendizado. É uma lembrança que vai ficar para sempre."

Este espaço integra o movimento #livreparadescobrir, lançado por OMO para estimular os pais a deixar suas crianças brincarem mais, dentro e fora de casa, uma vez que isso é essencial para o desenvolvimento infantil.