Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Luis Henrique Rolim Headshot

Legado Olímpico: Atletas brasileiros irão treinar no Catar

Publicado: Atualizado:
ATHETISM BRAZIL
Sergio Moraes / Reuters
Imprimir

Dez jovens atletas do projeto social Futuro Olímpico ganharam a oportunidade de treinar em centro esportivo do Catar. O Comitê Olímpico do Catar ainda pretende deixar uma escola no Rio de Janeiro.

O Comitê Olímpico do Catar (QOC) em parceria com o projeto social Futuro Olímpico promoveu o Troféu Shine de Atletismo neste último domingo (22/5) na Base Aérea da Aeronáutica, em Campo dos Afonsos, Rio de Janeiro. Em torno de 200 atletas competiram no evento que premiou dez atletas com uma viagem para Doha no Catar, onde irão treinar por uma semana na Aspire Academy - um dos melhores centros de treinamento esportivo do mundo.

Com o apoio da Federação de Atletismo do Rio de Janeiro, o Troféu Shine teve 24 provas. O destaque do evento foi o velocista Gabriel Oliveira Constantino. Aos 21 anos e sonhando com a vaga para os Jogos Olímpicos Rio 2016, ele fez a marca de 10.47s nos 100 metros rasos; apenas 31 centésimos abaixo do índice Olímpico.

Gabriel ainda participará do Troféu Brasil para buscar a vaga Olímpica. E no final do ano ele irá preparar a mala para viajar ao Oriente Médio. Junto com ele, irão também mais nove atletas - cinco meninas - que também foram destaque no Troféu Shine.

A competição contou com a presença de várias autoridades do esporte brasileiro e do Catar. O embaixadora do evento foi a velocista e multi-campeã Paraolímpica Terezinha Guilhermina.

"Eu tive a experiência de competir no Campeonato Mundial de Atletismo em Doha no ano passado. Percebi o impacto que o evento teve na quebra de barreiras na região. É uma honra juntar forças com o QOC e mostrar a esses jovens que todo sonho é possível com muito trabalho e persistência", afirmou Terezinha Guilhermina.

A parceria com o projeto Futuro Olímpico, liderado pelo medalha de bronze em Atlanta 1996, Arnaldo Oliveira, prevê também a doação da renda arrecadada através do ingresso na casa de hospitalidade do Catar durante os Jogos Rio 2016.

Nomeada "Bayt Qatar", a casa de hospitalidade do Catar irá reformar o museu Casa Daros, localizado no bairro do Botafogo no Rio de Janeiro. Depois dos Jogos, a Casa Daros irá ser transformada em uma escola bilíngue chamada "Escola Eleva". Buscando deixar mais um legado no Rio de Janeiro, a biblioteca da escola também será fornecida pelo Comitê Olímpico do Catar.

---

Originalmente publicado no meu blog no Torcedores.com

LEIA MAIS:

- A Olimpíada: O revezamento da tocha que já uniu o Brasil

- Crônica do isentão (na segunda pós-domingo)

- Panama Papers: A seleção do submundo fiscal tem Messi como capitão

Também no HuffPost Brasil:
  • Marc Ohrem-Leclef / Divulgação
    O fotógrafo Marc Ohrem-Leclef documentou a vida de pessoas afetadas pela chegada dos Jogos Olímpicos do Rio no ensaio Olympic Favela.
  • Marc Ohrem-Leclef / Divulgação
  • Marc Ohrem-Leclef / Divulgação
  • Marc Ohrem-Leclef / Divulgação
  • Marc Ohrem-Leclef / Divulgação
  • Marc Ohrem-Leclef / Divulgação