Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Marcela De Mingo Headshot

Bullet Journal: Conheça o método de organização que vai salvar a sua vida

Publicado: Atualizado:
BULLET JOURNAL
Marcela de Mingo
Imprimir

Tem um tempo, eu contei no Instagram que queria começar um bullet journal. Eu estava bastante incomodada com a minha falta de organização, principalmente porque trabalho em casa e estava dando muita trela para a procrastinação (quem nunca?).

No Twitter eu perguntei sobre dicas para mudar esses hábitos chatinhos e uma leitora/amiga querida falou sobre o tal do bullet jornal. Fiquei curiosa e fui na hora pesquisar sobre.

O que é um bullet journal?

Um bullet jornal nada mais é do que um caderno que você usa fazer uma coisa chamada rapid logging, ou seja, anotar rapidamente as suas tarefas do dia. O objetivo é tornar as suas listas de afazeres em uma coisa prática e fácil. Quanto mais esforço você coloca, mais parece ser uma obrigação e você logo desanima.

Com um bullet jornal você tem uma forma rápida e organizada de anotar tudo o que você precisa fazer e um sistema que te ajuda a manter a sua agenda em ordem.

Como funciona?

Toda página do seu caderninho tem um título (por exemplo, 17 de Novembro) em cima e um número indicando que página é aquela (página 1, 2, 3, 20, 40, etc) no canto inferior. Isso serve para que você identifique de forma rápida o que você precisa olhar naquele momento (se é um dia específico ou uma página X que tem um conteúdo Y).

Além disso, você tem os bullets, que são os símbolos usados para identificar cada uma das anotações que você vai fazer no caderno. Eu criei um sistema que melhor se adaptava às minhas necessidades, mas, o criador do bullet journal, Ryder Carroll, tem um sistema universal que você pode usar:

  • Uma bolinha ('•'): é uma tarefa. Serve para qualquer coisa que você tenha que fazer, como 'buscar roupas na lavanderia', 'terminar a matéria sobre beleza', 'ir ao mercado'
  • Um 'X': significa que aquela tarefa foi terminada.
  • Um sinal de maior que ('>'): significa que a tarefa migrou para outra data
  • Um sinal de menor que ('<'): significa que aquela tarefa ganhou um dia e horário novos
  • Um círculo ('○'): indica um evento. Algo como 'festa da Joana', 'jantar com o André', etc.
  • Um tracinho ('-'):sinaliza uma nota. São ideias, pensamentos observações... O que você quiser anotar, mas que não seja um evento ou uma tarefa.

Esses são os símbolos básicos de identificação de um bullet jornal. Se uma tarefa ou evento for uma prioridade, você pode usar um asterisco ('*') junto, se for uma inspiração você pode usar um ponto de exclamação ('!') e se for algo que você precisa pesquisar sobre ou saber mais a respeito, pode usar um ponto de interrogação ('?') e assim vai. Isso fica a seu critério. Esses símbolos secundários te ajudam a definir a ordem de importância de alguma coisa.

Sendo assim, um dia no seu bullet jornal pode ficar com essa cara:

17 de novembro
* • Terminar a matéria sobre beleza
X Buscar a roupa na lavanderia
° Jantar na casa do André
< Planejar férias
> Jantar com a família (no mês que vem)

Para tornar tudo ainda mais organizado, um bullet jornal é divido em módulos:

  • Index: lembra que eu falei que cada página tem que ter um número? Isso serve para você montar um índice do seu caderno. Aí quando você quiser procurar um mês, por exemplo, pode olhar no índice em que página esse mês está. Nem preciso explicar que ele fica logo nas primeiras páginas do caderno, né?
  • Future Log: nessa parte, você separa algumas linhas para escrever datas importantes, feriados, eventos que já estão marcados com muita antecedência de cada mês do ano. Por exemplo, nós estamos em julho, mas você sabe, com certeza, que o natal rola em dezembro. Você pode anotar 'Dia 25 - Natal', no seu future log pra esse mês.
  • Monthly Log: assim como o future log, ele é uma página que você usa para anotar todas as datas de um mês e eventos ou coisas importantes que vão acontecer nele. O sistema de anotação é assim: em uma coluna, você coloca todos os dias do mês, e na outra (normalmente atrás das que estão os dias), você coloca a inicial do dia da semana (S - segunda, T - terça, etc). Exemplo:

T 17 - Aniversário do André

Q 18

Q 19 - Pagar fatura do cartão

S 20 - Buscar a mamãe no aeroporto

  • Daily Log: é onde você anota as tarefas que você tem para fazer naquele dia específico, como eu mostrei ali em cima. Uma dica importante é não planejá-los muito antes (tipo, planejar o dia 1º de agosto, se você ainda está no começo de julho). Você não sabe o que vai aparecer ao longo do dia para fazer, o ideal é pensar cada dia, no máximo, na noite anterior.

Para finalizar, lembra que eu coloquei ali em cima os sinais de '<' e '>'? Então, eles são usados para um sistema chamado de 'Migração'. Isso quer dizer que, quando você usou um deles para qualquer tarefa, você tem que, imediatamente fazer uma dessas coisas:

  • Colocar a tarefa no 'Future Log' de acordo
  • Colocar a tarefa no Monthly Log do mês, se ela ainda for válida para o mês de vigência.

Eu imagino agora você olhando para a tela do computador e pensando 'WHAT THE DAMN HELL?'.

Mas, acredite, é muito mais fácil do que parece.

Você pode usar qualquer caderno que você quiser para o seu bullet journal. Não precisa ser um específico. E pode decorar do jeito que quiser. Eu coloquei muito amor no meu porque que ele fosse a agenda perfeita para mim.

Quer um lugar de inspiração? O Pinterest! Eu criei uma pastinha por lá com algumas ideias de bullet journal, lembrando que você pode colocar nele o que você quiser. Se você precisa de um espaço para o seu blog, joga lá, se você quer criar uma área de metas, joga lá também. Vai da sua cabeça!

*Texto publicado originalmente em Desancorando.

LEIA MAIS:

- Como um guarda-roupa de 37 peças me ensinou a viver com menos

- O foco da semana de moda se perdeu

Também no HuffPost Brasil:

Close
9 iIlustrações que celebram personagens femininas FORTES da ficção
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual