Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Melinda Parrish Headshot

Apenas diga 'não' à perfeição imposta ao seu corpo

Publicado: Atualizado:
CHUBBY BIKINI
Soft_Light via Getty Images
Imprimir

Seu corpo é perfeito do jeito que é. Você não precisa perder peso, nem ficar com uma barriga lisinha, nem empinar a bunda para ter um corpo de praia "perfeito". Você já tem o corpo de praia perfeito e você deveria se sentir livre para arrasar em qualquer tipo de traje de banho em que se sinta bem, independentemente do seu peso.

Nessa época do ano, existem muitos regimes, poções, pílulas, dietas e suplementos sendo oferecidos e que alegam "transformar" nossos corpos já perfeitos para uma forma que seja mais aceitáveis para a sociedade. Mas este ano, eu digo "não" à loucura do corpo de praia e você também deveria!

Eu não estou dizendo que digo não ao amor que demonstro ao meu corpo através do movimento diário ou quando o alimento com comidas deliciosas e saudáveis ou praticar o cuidado pessoal com banhos de banheira, massagens e máscaras faciais. Eu apenas estou dizendo não para qualquer pessoa ou qualquer coisa que quer me fazer acreditar que o meu corpo não é perfeito do jeito que é e que eu preciso estar perpetuamente me esforçando em mudar meu corpo e me encaixar nos padrões de perfeição das outras pessoas.

Nossos corpos são recipientes sagrados que nos carregam durante toda a vida e, por isso, merecem nosso respeito.

Nossos corpos são recipientes sagrados que nos carregam durante toda a vida e, por isso, merecem nosso respeito. Mas eles são bem mais do que um contêiner para quem verdadeiramente somos: nossas almas. Então enquanto cuidamos de nossos corpos e tratamos como se fosse nosso bem mais valioso é importante ver que eles não são integralmente quem somos. O que é visto em nossos biquínis não é uma medida infalível de nosso valor (embora eu ainda precise encontrar uma mulher que não deseje se ver como deusa em um biquíni).

2016-05-20-1463748624-8665182-MelindaParrishByChrisCarroll8100.jpg

Foto por Chris Carroll Photography, cabelo e maquiagem por Lauren O'Leary.

Existem um grande número de empresas que adorariam acabar com todo o seu dinheiro, seu tempo, sua energia e sua autoestima para lucrar com o seu desejo de conseguir um "corpo de praia" perfeito. Quando você gasta todo seu dinheiro e tempo com esses produtos, você na verdade está dizendo para o mercado que não gosta de si mesma e que não merece os produtos feitos para fazê-la sentir-se bem do jeito que é. Você está dizendo que despreza seu corpo e que quer produtos que perseguem esse seu desejo de mudar a si mesma.

Você é divina perfeição feminina. Seu corpo é belo. Você merece se amar não importa qual seu peso...

Dar ouvidos à loucura do "corpo de praia" não só contribui para o mercado e para cultura de vergonha do corpo, mas também te machuca individualmente porque faz com que você desvie seu tempo precioso e seus recursos em uma busca infinita por perfeição física. Ao desistir desses seus recursos preciosos, você está se afastando de viver em completa amplitude.

Se você somar todo o tempo e a energia gastos na busca de encontrar o corpo de praia perfeito, você descobriria que consegue completar o seu mestrado online, passar mais tempo com as crianças, ajudar seus pais que estão ficando cada vez mais velhos, encarar mais um projeto no trabalho - que pode garantir uma grande promoção - ou começar uma nova atividade criativa.

Você pode ainda descobrir que tem tempo e recursos para se tornar a mulher que realmente quer ser, não só alguém com uma aparência "melhor" em um biquíni (de acordo com a opinião de alguns).

Você é divina perfeição feminina. Seu corpo é belo. Você merece amar a si mesma da forma que é e mostrar seu amor ao seu próprio corpo através do movimento. Você merece viver em toda a sua amplitude e você pode fazer a escolha nesse exato instante e dizer "Não!" para o corpo de praia e "Sim!" para abraçar seu corpo como ele é. Qual você escolhe?

Tradução: Simone Palma

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- Mulheres compartilham fotos de nudez entre si e em projeto que celebra real beleza

- O que é que há de tão errado, afinal, em mostrar nossos corpos?

Também no HuffPost Brasil:

Close
Mulheres Inspiradoras de 2015, segundo o Think Olga
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual