Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Michele Müller Headshot

Voltando ao Normal

Publicado: Atualizado:
Imprimir

Lançado em 2013 nos Estados Unidos, Voltando ao Normal é o que o autor Allen Frances define de uma revolta contra o descontrole dos diagnósticos psiquiátricos, o DSM-5, a indústria farmacêutica e a medicalização da vida cotidiana. Não se trata de um desabafo qualquer. É feito por quem já esteve do outro lado - fez parte da construção do sistema de diagnóstico, ao assumir a frente da redação do DSM-IV e acompanhou de perto as investidas da indústria para conquistar e até comprar médicos e enganar pacientes.

Um dos mais respeitados nomes da psiquiatria no mundo todo, Frances, que também comandou o Departamento de Psiquiatria da Universidade de Medicina de Duke, mostrou que não deve nada a ninguém ao expor alguns absurdos dos bastidores da medicina. Ao relatar as falhas do sistema de diagnóstico, que acabam favorecendo a ação da indústria em fazer todos acreditar que estão doentes, ele mostra o que está por trás da explosão de diagnósticos de diversos transtornos psiquiátricos.

Ainda antes da publicação da quinta revisão do DSM, ele sabia que a sociedade estava sob o risco de se expor ainda mais à medicação desnecessária, pois já havia vivenciado essa experiência, que ele chama de "dolorosa". "Apesar dos nossos esforços para evitar a exuberância de diagnósticos, o DSM-IV vem desde então sendo usado de forma errada, estourando a bolha dos diagnósticos. Mesmo tendo sido modestos em nossos objetivos, meticulosamente obsessivos em nossos métodos, e rigidamente conservadores com nosso produto, nós falhamos em prever e prevenir três novas falsas epidemias de transtornos em crianças - autismo, déficit de atenção e hiperatividade e bipolaridade", narra em seu livro. Como consequência desse descontrole, diz, as pessoas estão confiando e dependendo de forma excessiva em antidepressivos, antipsicóticos, ansiolíticos e remédios para dormir.

"Estamos nos tornando uma sociedade de viciados em comprimidos. Um em cada cinco americanos consome pelo menos uma droga para problemas psiquiátricos", completa.
Saving Normal já foi traduzido para 12 idiomas e será lançado em português pela editora Versal. A previsão de lançamento é março do ano que vem.

LEIA MAIS:

- O melhor antidepressivo que existe

- O privilégio de crescer em um ambiente inclusivo

Também no HuffPost Brasil:

Close
Famosos que falaram abertamente de saúde mental
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual