Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Michelle Zunter Headshot

As mulheres deveriam poder falar de masturbação assim como os homens falam

Publicado: Atualizado:
WOMEN ORGASM
IPGGutenbergUKLtd via Getty Images
Imprimir

Sou uma mulher saudável e que curte sexo. Não tenho vergonha de falar de minha vida sexual com pessoas com quem eu me sinto à vontade. Na realidade, falar de sexo com minhas amigas íntimas era uma espécie de ritual quando eu tinha 20 e alguns anos. Aqueles papos lascivos, às vezes chocantes que levávamos sobre nossas experiências sexuais, enquanto tomávamos um café pela manhã ou um vinho à noite, fazem parte de minhas melhores recordações.

Mas, hoje que sou mais velha, aquelas amigas queridas moram longe de mim, e estamos todas superocupadas cuidando de nossos relacionamentos, carreiras e famílias. Não sobra mais muito tempo para fofocas ou para falar de nossas aventuras sexuais mais recentes.

Mas admito que, no meio de todos aqueles papos femininos sobre sexo, havia um assunto que nós, mulheres, não discutíamos com frequência: masturbação.

Sim, falei a palavra!

Acho que todas mais ou menos imaginávamos que todas fazíamos, mas não falávamos muito sobre isso.

Em relação a eu mesma me dar prazer, é uma coisa bastante normal para mim. E tem sido assim por quase toda minha vida, desde minha pré-adolescência. Será que isso é estranho? Às vezes me pergunto. Não vejo muitas conversas ou brincadeiras sobre isso no cinema ou na televisão. Já os homens provavelmente seriam capazes de passar o dia falando desse assunto. Há inúmeros filmes e números cômicos que fazem alusão a homens se masturbando.

Nós, mulheres, conversamos entre nós sobre experiências físicas dolorosas, tipo dar à luz, e muitas vezes não hesitamos em incluir todas as partes desagradáveis ou que envolvem sujeira. Mas, por alguma razão, o tópico de você se proporcionar um orgasmo ao final de um dia estressante não está aberto para discussão em muitos ambientes.

Isso não quer dizer que as mulheres jamais falem disso. Algumas falam. Mas eu diria que esse tema ainda não é discutido amplamente.

Ainda me lembro do primeiro dia que comecei a assistir a "Sex and The City". Como eu adorava aquele seriado. Uma das principais razões porque eu gostava tanto eram as personagens mulheres e a franqueza com que tratavam da masturbação feminina. Isso era tratado e mostrado na série como se fosse parte comum do cotidiano. A personagem que mostrava a masturbação feminina com mais franqueza era "Samantha Jones", vista dando-se prazer em inúmeros episódios. Antes e depois de "Sex and the City", o tópico da masturbação feminina ainda é uma espécie de deserto ermo.

Em toda minha vida passada viajando e conhecendo pessoas novas, só conheci duas ou três mulheres que falassem abertamente sobre o fato de se proporcionarem prazer sozinhas. Os homens falam de masturbação e fazem alusões a isso quase constantemente.

Mesmo quando você está em um relacionamento, sempre haverá momentos em que seu parceiro não está disponível ou com vontade. Honestamente, às vezes é simplesmente mais fácil liberar aquela tensão sexual sozinha. Sem confusão, sem alarde. Isso não quer dizer que eu não esteja satisfeita com meu companheiro. Quer dizer apenas que sei cuidar de mim mesma. Tenho certo orgulho nisso.

Hoje tenho uma filha. Penso com frequência em como vou abordar esse tópico com ela. Meu objetivo é deixá-la saber que seu corpo pertence a ela, e se ela optar por tocar-se em particular, isso é assunto apenas dela. Sei que essa visão ofende a muitas pessoas, por muitas razões diferentes, mas a defendo mesmo assim. Acredito que minha filha teve ter controle sobre seu próprio corpo e deve ser quem manda nele.

Já conversei com mulheres que afirmam nunca terem se masturbado. Nunca, jamais. No caso de algumas delas, lhes disseram quando eram crianças que tocar-se seria pecado. Outras mulheres com quem já conversei disseram nunca ter tido um orgasmo, quer com relação sexual ou com masturbação. Como isso é possível? Como é possível que uma mulher tenha passado pela puberdade e a adolescência sem explorar seu próprio corpo? Quase não consigo acreditar, mas, ao que parece, muitas mulheres simplesmente não fazem isso.

Cada pessoa é cada pessoa, certa? Não vamos julgar ninguém. Mas me pergunto se, caso o tópico da masturbação feminina fosse mais discutido em nossa sociedade e nossa cultura, a masturbação talvez deixasse de ser vista como algo tão tabu ou "errado". Com certeza não é algo que eu consideraria um tema apropriado para uma mesa de jantar, mas seria maravilhoso se a masturbação feminina fosse pelo menos reconhecido ou normalizado como parte da experiência das mulheres.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

LEIA MAIS:

- Estou interessada em você (mas não quer dizer que eu queira transar com você)

- Como a culpa pode afetar a sua sexualidade

Também no HuffPost Brasil:

Close
12 filmes não-pornôs com cenas de sexo
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual