Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Pedro Zambarda Headshot

O filme de Angry Birds e a decadência visível da Rovio

Publicado: Atualizado:
Imprimir

O longa Angry Birds - O Filme chegou no dia 12 de maio nos cinemas brasileiros. Produzido pela finlandesa Rovio com a Sony Pictures, o filme teve um investimento de US$ 80 milhões e foi dirigido pela dupla Fergal Reilly e Clay Kaytis. O enredo do filme conta a história do pássaro furioso Red contra o porco Leonard que planeja roubar ovos dos protagonistas. Sean Penn interpreta Terence, um grande pássaro vermelho que só pia, e Peter Dinklage, o Tyrion Lannister de Game of Thrones, que interpreta um falcão protetor da ilha das aves.

2016-05-12-1463057976-8565962-angrybirdsofilme1.jpg

A Rovio emergiu na Escandinávia como uma gigante dos jogos móveis, a ponto de ser um patrimônio da Finlândia com seu game Angry Birds. A empresa foi criada em 2003 com o nome Relude por três estudantes da Universidade de Tecnologia de Helsinki: Niklas Hed, Jarno Väkeväinen e Kim Dikert. A startup desenvolveu projetos pra Nokia (comprada pela Microsoft por US$ 7,2 bilhões em 2014) e pra Hewlett-Packard (HP). No entanto, a companhia desenvolveu pelo menos 51 projetos sem chegar no estrelato.

Angry Birds foi o 52º projeto da empresa. O game foi baixado um bilhão de vezes a partir de seu lançamento em 2009, sob a presidência de Mikael Hed, primo do fundador Niklas. Aproximadamente 25% dos downloads foram de conteúdo pago. O sucesso gerou 15 jogos com a marca e US$ 42 milhões de venture capital que veio de investidores como Accel Partners, Atomico e Felicis Ventures. No ano de 2013, a companhia finlandesa teve um ganho de US$ 246 milhões.

O jogo popularizou o iPhone e os smartphones em geral com um gameplay que te instigava a usar os dedos para atirar pássaros contra porcos. Os títulos lançados foram Angry Birds (2009), Angry Birds Seasons (2010), Angry Birds Rio (inspirado na animação brasileira, de 2011), Angry Birds Space (2012), Bad Piggies (2012), Angry Birds Star Wars (2012), Angry Birds Friends (2013), Angry Birds Star Wars II (2013), Angry Birds Go! (2013), Angry Birds Epic (2014), Angry Birds Stella (2014), Angry Birds Transformers (2014), Angry Birds POP! (2015), Angry Birds Fight! (2015), Angry Birds 2 (2015), Nibblers (2015), Love Rocks (2015) e Angry Birds Action! (2016).

Rovio se tornou uma promessa no mercado mobile e refletiu a ascensão da Finlândia no domínio dos games móveis.

Mas, em sete anos, o sonho virou um pesadelo.

Angry Birds se transformou em estampa de camisetas, estampa de cafés de Helsinki e produtos customizados. O ano de 2014 marcou uma virada. Os ganhos reduziram em 43%. Mikael Hed deixou o cargo de CEO para Pekka Rantala. A companhia que tinha cerca de 800 funcionários cortou 110 apenas naquele ano.

Apesar da crise, o jogo Angry Birds VR foi desenvolvido para modelos de realidade virtual como Gear VR da Samsung. O título foi desenvolvido em conjunto pela IMGNation Studios de Santa Maria, companhia brasileira do Rio Grande do Sul. O game foi desenvolvido para o Rock in Rio USA. O filme começou a ser desenvolvido justamente para reverter a situação da empresa.

Mesmo assim, a companhia finlandesa que era um símbolo cortou mais 240 postos de trabalho. Sua obra-prima, gratuita para muitos players com celulares, chegou em dois bilhões de downloads. O que deu errado?

A situação da Rovio reflete a crise dos próprios games free-to-play para celulares, que é generalizada. De acordo com o desenvolvedor Markus Vahtola, o Brasil vale mais a pena como mercado de celulares atualmente se comparado com a própria Finlândia.

Por isso, a companhia está diversificando os investimentos. O filme é um dos aportes financeiros. Agora o novo Angry Birds Action! é título da Rovio para apostar na realidade aumentada que 'conversa' com longa-metragem no cinema. Uma concorrência a Pokémon Go da Nintendo, por exemplo.

Será que a Rovio consegue reverter sua crise interna e voltar aos anos de ouro que aconteceram há pouco tempo atrás?

Texto originalmente postado no site Drops de Jogos.

LEIA MAIS:

- Segundo meu Facebook, Dilma não sofreria golpe (impeachment)

- Aconteceu um golpe de Estado no dia 17 de abril e não um impeachment

Também no HuffPost Brasil:

Close
30 cenas de videogames que são obras de arte
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual