Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Peter Rosenwald Headshot

GringoView Eleição nos EUA: Sexo e Hipocrisia

Publicado: Atualizado:
HILLARY CLINTON
Reuters
Imprimir

O que há de novo na disputa pela Casa Branca?

Já é quase certo que Hillary Clinton será a candidata democrata à presidência na eleição de novembro e que Donald Trump será o candidato dos republicanos.

Isso não é novidade.

E não seria de se imaginar que os escândalos sexuais de 17 anos atrás envolvendo o marido de Hillary e então presidente, Bill Clinton (contra quem os republicanos moveram um processo infrutífero de impeachment, acusando-o de falso testemunho e obstrução da justiça em conexão com seu caso extraconjugal com uma estagiária da Casa Branca, Monica Lewinsky), fossem uma notícia quente na campanha eleitoral atual. Especialmente considerando que Hillary foi, conforme alguém disse, uma observadora inocente.

Poderíamos até ter imaginado que os legisladores conservadores que tanto gostam de proclamar sua religiosidade teriam mais familiaridade com as palavras de Jesus em João 8:7: "Quem de vós estiver sem pecado, seja o primeiro a lhe atirar uma pedra". Ou que Donald Trump, com dois divórcios em seu passado e muito alarde público sobre suas proezas sexuais e suas aventuras adúlteras, talvez parecesse uma pessoa estranha para estar atirando pedras em outros.

Mas erraríamos se não reconhecêssemos até onde os políticos americanos (e, lamentavelmente, a maioria dos políticos, mesmo os brasileiros) se dispõem a levar sua hipocrisia em relação não apenas ao sexo, mas a praticamente qualquer coisa.

O sexo vende, e se já existe um público pronto para ouvir escândalos sexuais, quanto mais escândalos, melhor, para chamar a atenção pública e conservá-la. Charles Blow, colunista de opinião do New York Times, fez uma lista dos atiradores de pedras cujas próprias façanhas sexuais foram longe de comportadas, dizendo "que muitos dos homens que condenavam a trave no olho de Bill Clinton foram expostos mais tarde por terem uma trave nos próprios olhos".

Blow nos recorda que o presidente da Câmara dos Deputados na época do escândalo Clinton-Lewinsky, Newt Gingrich (que já foi mencionado como possível candidato à vice-presidência numa chapa com Trump) "admitiu mais tarde ter traído sua primeira mulher (com quem discutiu os termos do divórcio quando ela estava internada num hospital, com câncer) e sua segunda (essa traição ocorreu enquanto Gingrich liderava o processo de impeachment aberto contra Bill Clinton)". Em seguida ele detalha como um após outro dos que acusaram Bill Clinton tinham cometido seus próprios pecados também.

A Gringolândia ainda se proclama um país um tanto puritano, mas a crescente subcorrente de hipocrisia gera a sensação de um vulcão que se prepara para entrar em atividade. Hoje em dia parece que não importa o que você diz nem quantas vezes você passa de uma "posição sincera e em que você acredita profundamente" para outra que é o oposto absoluto. Depende de como você pode fazer mais barulho e conseguir mais atenção. A triste verdade é que você não consegue grande cobertura da mídia quando anuncia medidas bem-pensadas para beneficiar a saúde ou educação, o meio ambiente ou outras iniciativas importantes. Para ser notado, é preciso jogar a cautela aos quatro ventos e ser o mais absurdo possível.

Usando o Twitter como um de seus principais meios de comunicação, Trump retuitou uma frase - "É melhor viver um dia como leão que 100 anos como carneiro" - atribuída a Mussolini. Quando, numa entrevista à televisão, lhe perguntaram "você quer ser associado a um fascista?", ele respondeu: "Não. Quero ser associado a frases interessantes." E então acrescentou: "E essa frase chamou sua atenção, não chamou?".

Chamar a atenção de qualquer jeito que você puder - parece que é isso o que interessa.

LEIA MAIS:

- Trancoso foi transformada pela música

- Política americana: circo da realidade

Também no HuffPost Brasil:

Close
Hillary Clinton
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual