Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Rodrigo Borges Headshot

Uma realidade inventada

Publicado: Atualizado:
Imprimir

2016-08-29-1472436848-4245160-Calmagente_Post2901.png

Podemos todos estar vivendo numa grande simulação da realidade operada por povos mais evoluídos no futuro. Não sou eu o autor desse raciocínio, que já ficou célebre em filmes como Matrix. O próprio Elon Musk, mega e visionário empresário, falou também sobre o assunto durante um evento nesses dias. E, pelo visto, ele pensa nisso há muito tempo.

A Inteligência Artificial tem conferido cada vez mais destaque à teoria. Para mais informações (em inglês) sobre o assunto, acesse esses dois links do site Wait But Why [link 1, link 2].

A princípio, a ideia de que não temos controle nenhum sobre a realidade (e nossas vidas) é assustadora. E mais ainda: a ideia de que alguém teria esse controle sobre nós deixa as coisas mais complicadas. Mas é só pensar no conceito de Deus (seja qual ou quais forem, na época que você quiser) para lembrar que esse tipo de sentimento de impotência não é novo. O fato é que estamos tentando já faz bastante tempo entender os significados e dinâmicas da realidade da qual fazemos parte.

Mas e daí? E se formos parte de um algoritmo supercomplexo criado por seres futurísticos e estivermos sendo observados por alguma razão tão complexa que sua concepção seria inacessível a nossas mentes primitivas?

Seria curioso, no mínimo. Mas eu não consigo deixar de ser pragmático em relação a questões como essa. Afinal, em certa medida, nós somos aquilo em que acreditamos. Se você operar sob a ideia de que é um fantoche de seres superiores - mesmo que isso não seja verdade -, o provável é que passe a agir de forma apática.

E isso vale para questões menos imaginativas também. Por exemplo, se você acredita que não é capaz de tomar decisões, acabará não as tomando. Se acredita ser incapaz de manter um relacionamento amoroso saudável, acabará achando jeitos de atrapalhar as próprias relações. A probabilidade do oposto acontecer deve ser semelhante também. E crer-se capaz de alcançar suas metas de vida é um grande passo na busca por alcançá-las.

A verdade é que, mesmo tendo seus limites, você é o responsável por construir sua vida. Isso não quer dizer que você conquistará tudo o que deseja - ninguém conquista -, mas poderá se superar e conquistar bastante coisas. De alguma forma, talvez você seja parte desse povo mais evoluído que tem controle sobre a sua vida e pode mudar o seu futuro. Não custa tentar.

LEIA MAIS:

- Selfie-se quem puder

- Sobre nosso amado 'falso moralismo'

Também no HuffPost Brasil:

Close
Famosos que falaram abertamente de saúde mental
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual