Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Superela Headshot

Selena Gomez e a importância de falarmos sobre depressão

Publicado: Atualizado:
SELENA GOMEZ
Danny Moloshok / Reuters
Imprimir

Selena Gomez é uma das maiores celebridades do momento: contratos milionários com grandes marcas, uma carreira musical invejável e papeis no cinema o suficiente para fazerem dela uma pessoa que é admirada por milhares de meninas mundo afora.

Aos 24 anos, porém, a cantora já precisa lidar com um fator limitante pesado: o lúpus, uma doença autoimune que ela revelou ter em 2015 e que tem uma série de efeitos no corpo de uma pessoa, muitos na pele. Mais do que isso, uma doença, principalmente uma no nível de um lúpus ou um câncer, podem ter como efeito colateral outras alterações e doenças, muitas delas mentais. A depressão, por exemplo, é uma delas.

Por conta da saúde, tanto física quanto mental, Selena decidiu dar uma pausa na carreira. O momento agora, segundo ela mesma contou para a revista People, é de cuidar de si mesma e deixar os palcos um pouco de lado. "Eu descobri que a ansiedade, os ataques de pânico e a depressão podem ser efeitos colaterais do lúpus, e esses efeitos apresentam os seus próprios desafios", disse.

Com isso em mente, a cantora acredita que o melhor é dar uma pausa na agenda sempre abarrotada para focar, de vez, nos seus tratamentos e fazer o possível para ter uma recuperação completa - tanto física quanto mental.

"Eu preciso encarar isso de frente para garantir que estou fazendo o máximo possível e dando o meu melhor. Eu sei que não estou sozinha ao compartilhar isso, eu espero que outros se sintam encorajados a enfrentarem as suas próprias questões", continuou.

Corpo são, mente sã

A psicóloga Daniella Grilli explica que o ser humano é um ser bio-psico-social. Isso significa que todo homem é um ser biológico, que tem uma mente que funciona como o centro de controle de todo o organismo, pensamentos e sentimentos, e que não é sozinho - ele precisa de outros como ele para existir. E o que isso significa? Que se uma dessas partes não vai bem, todas as outras são afetadas. E é aí que entra a depressão.

"Diversas situações na nossa vida podem desencadear emoções negativas muito fortes, sejam frustrações, chateações, preocupações, ansiedades, angústias, essas emoções vão desequilibrar o nível de serotonina no nosso cérebro", explica ela sobre a doença, que pode ser causada tanto por motivos situacionais quando orgânicos. "No caso do orgânico, a pessoa carrega uma herança genética para a depressão, provavelmente na família já tiveram casos (diagnosticados ou não), e,assim, ela fica mais propensa a desenvolver quadros depressivos ou até mesmo a depressão em qualquer momento da vida".

Como Daniella explica, no caso de Selena a depressão apareceu paralelamente à doença considerada principal, o lúpus. Isso não significa que todo paciente de lúpus pode desenvolver uma depressão, mas que os sintomas dessa doença em pessoas geneticamente sensíveis podem desencadear todo o processo depressivo.

De qualquer maneira, o mais importante é saber que a depressão, independentemente de suas causas, tem tratamento. E ele só acontece com ajuda , claro. É imprescindível o acompanhamento de um psiquiatra e um psicólogo, fazendo uso de todos os meios possíveis, incluindo medicamentosos, para garantir uma total recuperação.

"É praticamente impossível falar sem ter conhecimento profundo sobre o caso da Selena Gomez, tanto do desenvolvimento do lúpus quanto da depressão, cada pessoa tem uma constituição orgânica e ambiental, por isso temos que tomar muito cuidado quando abordamos esse assunto. Mas o que eu considero mais importante e fundamental de se falar é que a depressão pode se instalar em qualquer pessoa, com ou sem alguma doença primária, (no caso dela, lúpus é a doença primária e depressão a secundária) que não é frescura e, sim, uma doença séria. É necessário buscar a ajuda de um profissional qualificado, para que ambas condições sejam tratadas ao mesmo tempo, resgatando os plenos poderes de um ser humano BIO-PSICO-SOCIAL", diz Daniella.

Sendo assim é fácil perceber como o corpo e a mente estão totalmente relacionados e um só funciona bem quando o outro está bem também. Saúde é muito mais do que ter uma alimentação saudável e fazer exercícios físicos regularmente: é garantir que a sua mente também está saudável e que, se houver qualquer indício de que alguma coisa não está OK, buscar a ajuda necessária para manter o equilíbrio da melhor maneira possível.

Texto escrito por Marcela De Mingo, jornalista do Superela. Texto publicado originalmente no Superela.

LEIA MAIS:
Precisamos falar sobre suicídio - e Cara Delevingne puxa a conversa

Sobre depressao e automultilação

Acredite: a sua depressão tem cura

Também no HuffPost Brasil:

Close
Ansiedade e depressão, em quadrinhos
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual