Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Susana Byun Headshot

Dicas para se dar bem no IELTS Academic

Publicado: Atualizado:
ACADEMIC
Shutterstock / Constantine Pankin
Imprimir

Está planejando estudar no exterior e precisa fazer o IELTS Academic? Aqui vão algumas dicas de como se preparar sozinho

2016-07-11-1468268978-6397859-laptopwriting.jpg

Se você deseja realizar um curso universitário em um país cuja língua oficial é o inglês, vai ouvir bastante do IELTS Academic.

Bom, o IELTS (International English Language Testing System) nada mais é que um dos exames de proficiência mais populares do mundo, sendo aceito em países como Austrália, Canadá e Reino Unido. Ele é dividido em duas categorias: o Acadêmico (Academic Module), voltado para quem quer estudar em uma universidade no exterior, e o Geral (General Training), que é mais usado para imigração.

Em 2014, ao aplicar para o mestrado de Marketing Communications na Universidade de Westminster (UK), tive de prestar o IELTS acadêmico pela primeira vez. Eu, que nunca tinha feito qualquer exame de proficiência antes na minha vida, corri para me preparar em um período de um mês e meio. Eu estava, literalmente, assim:

2016-07-11-1468268629-3080311-edvardmunch1332621_1920.jpg

Como não havia muitas datas disponíveis e precisava do certificado do IELTS o quanto antes para completar minha aplicação, tive aquela pressão de passar já na 1ª tentativa - além de evitar pagar para refazer a prova.

Foi bem intenso e corrido, mas posso dizer que todo o esforço valeu a pena: consegui obter uma média final (o Overall) acima de 7 no exame, passando assim da "nota de corte" exigida pelo meu curso de 6.5. Foi um grande alívio!

Neste post, vou contar como foi estudar por conta própria e indicar uns sites ótimos que usei para treinar.

Antes de mais nada, digo que dá sim para se preparar sozinho se você já tiver um conhecimento bom em inglês. É necessário, contudo, bastante foco, disciplina e dedicação para não desanimar e não se intimidar com a prova.

2016-07-11-1468268856-6382575-fistpumpbabyimgflip.jpg

Como foi minha preparação

Assim que eu marquei a data do IELTS, fui procurar cursos preparatórios em São Paulo. No final, decidi estudar por conta própria - isso porque, não só o custo era bem salgado (tinha um que custava o triplo do valor do exame!), mas o timing dos cursos não se encaixava com o tempo que eu tinha até a prova. Refletindo agora, digo com toda certeza que foi a melhor decisão que tomei.

Às noites, ao voltar do trabalho, pegava o meu laptop e buscava simulados, dicas e vídeos tutoriais. Chegava a ser cansativo às vezes, ainda mais nos dias em que ficava até mais tarde na agência onde trabalhava. A parte positiva, no entanto, era que eu tinha total controle do ritmo dos meus estudos, o que me ajudou muito.

Eu não cheguei a estudar todos os dias, mas sim alternadamente para manter o progresso sem me cansar - por exemplo, na segunda, quarta e sexta-feira. Outro detalhe: tentava não extrapolar as horas de estudo nos dias de semana - no máximo duas horas diárias, até porque era improdutivo me forçar a continuar.

Mas, claro, cada um tem seu próprio estilo de estudo e aprendizagem. Certamente, o meu método de estudo pode não ser o mais adequado para quem, por exemplo, gosta ou precisa de aulas preparatórias.

Além disso, um fator favorável que me levou a obter uma nota satisfatória já na primeira tentativa foi o fato de praticar inglês diariamente no trabalho. Como trabalhava com clientes globais, era comum e necessário falar em inglês na maioria do tempo. Isso me ajudou a melhorar a gramática e conquistar um vocabulário mais sofisticado, que faz toda a diferença no IELTS acadêmico.

Em todo caso, mesmo se você não fale inglês no dia-a-dia, aproveite toda e qualquer oportunidade de se expressar na língua, porque é sempre uma forma válida de aprimorar sua fluência. Ouça músicas, leia, veja filmes e séries (sem legendas!) e pratique sempre, seja sozinho, com alguém da família ou um amigo.

Onde achar conteúdo bom e gratuito focado no IELTS

Quanto mais você pratica e se familiariza com o formato do exame, mais preparado e confiante você vai se tornar. Para minha sorte, achei vários sites, blogs e vídeos muito úteis com dicas, conselhos e testes. Ah, e tudo isso de graça! Nem foi preciso comprar livro ou pagar qualquer assinatura por conteúdo premium na Internet.

Bom, primeiro, recomendo o site do British Council , que oferece um teste completo e gratuito do exame. Vale checar também a seção "Free practice tests" do site IELTS Essentials.

Outros sites que me ajudaram bastante foram IELTS Buddy e IELTS-Mentor, principalmente por fornecerem múltiplos sample tests. Na parte de Writing, recomendo o IELTS-Blog que apresenta diversas redações corrigidas e as notas de cada uma.

Também há vídeos excelentes no YouTube com dicas para cada segmento da prova. Entre eles, indico os da Emma e Liz. Na parte de Speaking, vejam o vídeo do AcademicEnglishHelp, que simula o exame com uma candidata nativa do Canadá:


Learn English with Emma


IELTS Liz


AcademicEnglish Help

O mais importante: faça simulados o quanto puder

De uma forma geral, tem bastante material interessante e gratuito disponível na internet sobre o IELTS, mas não fique só na leitura, não. O importante mesmo é praticar constantemente e simular a prova o máximo possível.

No meu caso, passei cerca de 70% do meu tempo treinando e 30% pesquisando e lendo conteúdo de apoio. Como o IELTS não é baseado em memorização ou "decoreba", a prática te ajuda a ganhar mais confiança e ficar menos nervoso na prova.

Agora, se você quiser uma avaliação mais profissional, procure por escolas que promovam simulados para ter uma ideia de como está o seu desempenho.

Por exemplo, fiz um simulado avulso em uma escola de inglês no centro de São Paulo antes do exame. Como uma representação fiel da prova, realizei o teste junto com outros estudantes em uma sala. O bacana é que o resultado saiu na hora (exceto o Writing, que foi informado na semana seguinte). Para mim, valeu super a pena, já que me ajudou a obter uma noção mais clara da minha performance.

Bom, por enquanto, é isso. Se você quiser compartilhar como foi (ou está sendo) sua experiência de estudo para o IELTS, ou mesmo passar dicas de sites, vídeos e outros materiais também, fique à vontade para comentar!

Bons estudos e see you soon!

Imagens via Pixabay e imgflip

LEIA MAIS:

- Como realizar o sonho de estudar no exterior

- Alô, leitores do HuffPost Brasil!

Também no HuffPost Brasil:
Close
Países para estudar e trabalhar legalmente
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual