Huffpost Brazil
BLOG

Apresenta novidades e análises em tempo real da equipe de colaboradores do HuffPost Brasil

Yasmin Gomes Headshot

Dória, Crivella e Trump: A culpa também é da bolha 'Facebook'

Publicado: Atualizado:
PHONE TOILET
sdominick via Getty Images
Imprimir

"Explode Facebook" foi o primeiro post que li na minha linha do tempo hoje de manhã - e também o que mais se justificou.

Os amigos de São Paulo foram surpreendidos com a vitória do mauricinho João Dória logo no primeiro turno - inclusive eu em minha ingenuidade que acabou ali. Minhas solicitações de amizade aceitas também ficaram chocadas quando a capital nacional da gandaia, o Rio de Janeiro, elegeu o Crivella. Hoje, todos surpresos, chorosos e indignados com a vitória do Donald Trump.

Caros, todo esse fator inesperado, essa decepção, é culpa do Facebook. A gente vive numa bolha muito bonita lá. Basta deixar de seguir quem é babaca, mas te convém. Os que são totalmente irrelevantes, você exclui. Viva o deboísmo! Debater em post idiota pra quê? E assim vamos nos fechando em nosso círculo de afeições que "Freixam" com a gente.

E escrevemos textões de análise crítica política que só alcançam a quem forem agradar. Mostramos por A + B e com todos os recursos visuais possíveis quais são os perigos do conservadorismo - mas só para quem já é liberal e progressista.

Bom, a bolha estourou! Bem-vindos ao mundo real, onde nada do que você posta no Facebook faz diferença alguma!

Não existe resistência online. É preciso ser destemido como os retrógrados. As mentes que de tão fechadas parecem blindadas não tem medo - ou vergonha - de pregarem seu discurso em praça pública. Pedem a volta da ditadura mesmo. Abraçam o pato mesmo. Dizem na sua cara que a polícia tem mais é que sentar a porrada nos que estão lá, mesmo sabendo que os seus colegas de trabalho estão lá, que seu filho está lá e que se você pudesse, também estaria lá.

Os fascistas em potencial fazem e acontecem (conheça esse perfil nesse vídeo). Enquanto você tem preguiça demais para isso, não quer se indispor com ninguém. Que o Facebook te livre de ter que interagir com esse tipo de gente!

As minorias sociais nunca deixaram de ser minoria, nem por aquele breve segundo que você levou compartilhando o post da Socialista Morena. Ainda é tempo de se desprender dos algoritmos das redes sociais e migrar para a plataforma das ruas, do embate, do cara a cara - para evitar o choque de realidade ao descobrir o alto índice de popularidade que um eventual "Bolsonaro 2018" pode ter.

LEIA MAIS:

- Não tenha medo de conhecer os refugiados que vivem no Brasil

- De quem apanham os manifestantes contrários ao governo Temer?

Também no HuffPost Brasil:

Close
De que o mundo mais tem medo em Donald Trump
de
Post
Tweet
Publicidade
Post isto
fechar
Slide atual